NOTÍCIAS

Postado em 27 de Maio de 2016 às 14h05

Agronegócio supera 50% de participação nas exportações brasileiras, em 2016

O agronegócio vem ampliando cada vez mais sua participação nas exportações brasileiras e já responde por mais da metade das vendas externas em 2016. É o que mostra o recém-publicado Boletim do Agronegócio Internacional, publicado pela Confederação da Agricultura e Pecuária do Brasil (CNA). Em abril, o setor representou 52,5% dos embarques nacionais. No acumulado de quatro meses, este percentual é de 50,2%, enquanto no mesmo período do ano passado o índice era de 44%, segundo dados do então Ministério do Desenvolvimento, Indústria e Comércio Exterior (MDIC), compilados pela CNA.

As exportações no mês passado totalizaram US$ 8,08 bilhões, alta de 14% em relação a abril de 2015, o que em receita significou acréscimo de US$ 1,01 bilhão. Dez produtos representaram 79,6% das vendas externas do setor. A soja em grãos foi o carro-chefe dos embarques, com US$ 3,53 bilhões, 43,7% do total, seguida por carne de frango in natura (US$ 533 milhões), farelo de soja (US$ 452 milhões), celulose (US$ 438 milhões) e açúcar em bruto (US$ 380 milhões). Em volume, as exportações cresceram 42,9%.

Destaque também para o crescimento dos embarques do suco de laranja em abril. As vendas do produto não congelado subiram 261,8% na comparação com o mesmo mês de 2015. O comércio dos itens “outros sucos de laranja” e “suco de laranja congelado” teve elevação de 183,3% e 70,6%, respectivamente. Assim, as exportações desse produto cresceram de US$ 79,24 milhões, em abril de 2015, para US$ 162,41 milhões, no mês passado, impulsionadas, entre outros fatores, pelas dificuldades de outros países para produzir sucos de frutas.

As importações do agronegócio, por sua vez, caíram 12,9% em receita e chegaram a US$ 972,6 milhões, por conta da combinação entre câmbio desfavorável e redução da atividade econômica brasileira, reflexo da crise. Desta forma, o saldo da balança comercial do agronegócio foi positivo em US$ 7,10 bilhões, acima do superávit total registrado para o mês passado, de US$ 4,86 bilhões. 

Fonte: Canal do Produtor

Veja também

RM exibirá máquinas para frigoríficos de aves, peixes e suínos06/05/16 No mercado desde 1987, a RM Indústria de Máquinas Frigoríficas iniciou as atividades em Chapecó (SC), trabalhando no processo de terceirização de serviços indiretos para agroindústrias. Depois de cinco anos de atuação, ingressou também no setor de fabricação de máquinas e equipamentos para a indústria......
Safra catarinense de milho terá redução de 20,4%16/02/18 Nova estimativa prevê redução de 20,4% na safra catarinense de milho grão. A combinação de estiagem e redução da área plantada trará uma queda na produção e a colheita deve......
Santa Catarina amplia exportações de carne bovina09/07/18 A carne bovina produzida em Santa Catarina está conquistando o mercado internacional. O rígido controle da sanidade animal e a rastreabilidade de toda cadeia produtiva são o grande diferencial da pecuária catarinense. No primeiro......

Voltar para Notícias (pt)