NOTÍCIAS

Postado em 11 de Janeiro de 2018 às 10h31

Ano inicia com expectativa do reconhecimento pela OIE de país livre de aftosa com vacinação

Em maio deste ano, durante a reunião anual da Organização Mundial de Saúde Animal (OIE), em Paris, a entidade deverá anunciar o Brasil como país livre da febre aftosa com vacinação. A certificação oficial pela OIE de que todo o território nacional é livre da doença com vacinação deve contribuir para ampliar e abrir novos mercados internacionais às carnes brasileiras.
No último ano, o Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (Mapa) criou um
comitê para preparar ações voltadas para o alcance desse objetivo. O comitê organizador foi criado por meio de portaria do ministro Blairo Maggi, publicada na edição de 12 de maio no Diário Oficial da União.
O reconhecimento pela OIE deverá consolidar o processo de reconhecimento feito pelo
Mapa. No início de dezembro, quando foram declaradas novas zonas livres da febre aftosa com vacinação no Amapá, Roraima, em grande parte do Amazonas e em áreas de proteção no Pará, finalizou-se nacionalmente o processo de erradicação da doença. Em abril, completaram-se 11 anos sem registro de ocorrência de aftosa no País.
Durante o V Encontro Nacional de Defesa Sanitária Animal (Endesa 2017), no Pará, no
último mês, o ministro Blairo Maggi falou do “coroamento de 60 anos de trabalho para o Brasil ser livre de aftosa com vacinação”.
Estratégia importante em relação ao enfrentamento da doença em curso é a execução do
Plano Estratégico do PNEFA 2017-2026, com o objetivo de criar e manter condições sustentáveis para garantir o status de país livre da febre aftosa com vacinação e ampliar as zonas livres da doença (sem vacinação). Zona livre sem vacinação, representada pelo estado de Santa Catarina, manteve em 2017 seu status sanitário. 

Fonte: Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (MAPA)

Veja também

Embutideiras a vácuo e sistemas de porcionamento serão apresentados pela Handtmann17/08/18 A Handtmann Maschinenfabrik - Alemanha é a empresa líder mundial na tecnologia de embutimento a vácuo e sistemas de porcionamento, além de ser especialista em desenvolver soluções de automação para o processamento de alimentos. A empresa está presente em mais de cem países, através de suas filiais comerciais ou representantes. Desde a sua......
Cooperativas faturam R$ 10 bi e exportam para McDonald’s europeu19/10/17 Da janela do seu escritório em Palotina (PR), o agrônomo Alfredo Lang só via lavoura. Não por acaso, quando ele sugeriu aos agricultores da cidade que montassem uma indústria frigorífica em pleno interior, no......
Agronegócio sustenta PIB brasileiro, mas setor gera menos postos de trabalho20/10/17 A sustentação do PIB Brasileiro nos primeiros sete meses do ano foi possível, novamente, pelo agronegócio, conforme indicam pesquisadores do Cepea (Centro de Estudos Avançados em Economia Aplicada), da Esalq/USP. A safra......

Voltar para Notícias (pt)