NOTÍCIAS

Postado em 21 de Junho às 11h24

Aurora Alimentos premia avicultores por desempenho de qualidade

  • Mercoagro – Edição 2018 -

Com o objetivo de reconhecer a qualidade do trabalho desenvolvido por produtores rurais de aves, a Cooperativa Central Aurora Alimentos entregou nessa semana a premiação “Avicultores com Recorde de Desempenho”. O prêmio foi dividido em três categorias: Lotes com resultados recordes Aurora – machos, misto e fêmea. A entrega foi feita pelo presidente da Aurora Alimentos Mário Lanznaster e o diretor de agropecuária Marcos Antônio Zordan.
Na categoria Lotes com resultados recordes Aurora – Machos foram três produtores com destaque. Com 516 pontos, em primeiro lugar ficou o avicultor Pedro Luis Grunwaldt. Na segunda colocação, com 520 pontos, ficou a produtora Izolde Bevilacqua Bortolotto.
Na categoria lotes com resultado recorde Aurora – Fêmea o destaque foi o produtor Neri de Gregori que obteve 434 pontos.
Na categoria Lotes com resultados recordes Aurora – Mistos em primeiro lugar a avicultora Mariana Gomes Brescansin com 484 pontos. De acordo com Lanznaster, a avicultura surgiu na Aurora Alimentos com a participação de 85% de pequenos e médios produtores e graças a dedicação de cada uma das pessoas que construiu e continua construindo essa história que tem trazido excelentes resultados.
Lanznaster salientou os expressivos números que a Aurora Alimentos tem alcançado nos últimos anos. “Exportamos para mais de 60 países e somente em 2017 as exportações de aves responderam por 66,5% do total (1,4 bilhão de reais). O volume médio mensal exportado chegou a 28,8 mil toneladas. As carnes de aves responderam por 74%. Nos alegra saber que esse é o resultado do trabalho de mais 70 mil famílias e mais de 27 mil funcionários que contribuem para o crescimento da Aurora”, reforçou.
O diretor de agropecuária, Marcos Antônio Zordan, destacou que os produtores rurais premiados fazem parte de uma base produtiva formada por 2.309 avicultores cooperados que entregam suas produções para oito unidades avícolas as quais mantém um abate de 1 milhão de frangos/dia.
Em 2017, o abate total de aves fechou em 250,9 milhões de cabeças, com evolução de 1,6%. A produção in natura de carnes de aves permaneceu estável em 513,9 mil toneladas e a industrialização registrou 2,2% de crescimento, com 57,1 mil toneladas no ano. Atualmente, a Aurora Alimentos gera 86% de suas necessidades de pintainhos para terminação e abate, obtendo com fornecedores apenas os 14% restantes. Essa produção própria é fator essencial de biossegurança.

Fonte: MB Comunicação

Veja também

Expectativas positivas para a maior feira da indústria da carne no Brasil 18/02/16 O crescente protagonismo do Brasil no mercado mundial de carnes e as perspectivas de incremento nas exportações neste ano, estimuladas pela atual taxa cambial, estão se refletindo na preparação da MERCOAGRO 2016, a Feira Internacional de Negócios, Processamento e Industrialização da Carne (MERCOAGRO), que acontecerá de 13 a 16 de setembro no Parque de......
Frango já dá os primeiros sinais de reação01/08 Até o final da semana passada temia-se que o mercado de frangos (vivo e abatido) somente apresentasse os primeiros sinais de reversão já com um novo mês correndo, como se observou na maior parte deste ano. Mas, desta vez, esses......

Voltar para Notícias (pt)