NOTÍCIAS

Postado em 26 de Fevereiro às 11h28

Avicultores se preparam para crescimento de até 6% na produção de ovos em 2018

  • Mercoagro – Edição 2018 -

Devido ao período de quaresma, a venda de ovos costuma ser maior devido aos votos
religiosos que coíbem o consumo de outras proteínas, como a carne. Mas não é somente este o motivo do aumento das vendas, a produção de ovos no Brasil foi de 40 bilhões de unidades no ano passado, tendo uma previsão de crescimento de até 6% em 2018.
Minas Gerais representa 13% da produção nacional, estima-se que o Estado acompanhe o
crescimento das vendas do País em 2018, tendo um aumento de 5% a 6% da atividade. Os
avicultores já se prepararam para esse crescimento da demanda. Um dos produtores do Estado, Oscar Gontijo, relata uma de suas estratégias: “Eu tendo estoque alto, vou usar o milho bem mais barato na época que está em falta o grão. Vou reduzir o custo de produção de 15 a 20%", diz.
A produção diária da granja de Gontijo era de 800 caixas de 30 dúzias e passou este ano
para mil caixas. "Teve um aumento de 15%. O ovo, na atual circunstância, está com mercado muito bom", afirma o avicultor.
CLIMA
Em uma granja, os galpões são climatizados e o ar-condicionado nas laterais permitem que
a temperatura fique entre 24 e 28 graus. Sem a mudança brusca que acontece no sistema
convencional, as aves não precisam gastar para manter a temperatura do corpo,
consequentemente elas produzem mais.

Fonte: G1 Agronegócio, adaptado pela equipe feed&food

Veja também

Serviços de hotelaria são ampliados e aperfeiçoados para a Mercoagro 201823/08/17 Serviços de hospedagem de excelente qualidade a preços compatíveis: isso é o que pode esperar o visitante da Mercoagro 2018, Feira Internacional de Negócios, Processamento e Industrialização da Carne, programada para o período de 11 a 14 de setembro do próximo ano, em Chapecó. A expo-feira – uma das três maiores do setor cárneo......
Indústria de carne suína espera ganhar mais espaço na China26/03 A guerra comercial entre China e Estados Unidos pode trazer reflexos positivos para a indústria brasileira de carne suína. É em que acredita a Associação Brasileira de Proteína Animal (ABPA), que divulgou nota sobre......

Voltar para Notícias (pt)