NOTÍCIAS

Postado em 07 de Novembro às 10h41

Brasil obtém aprovação para exportar leite e produtos lácteos para o Japão

Notícias (43)
  • Mercoagro – Edição 2018 -

A Secretaria de Relações Internacionais do Ministério da Agricultura, Pecuária e
Abastecimento (Mapa), recebeu, no dia 1º de novembro, comunicado da abertura do mercado
japonês para o leite e produtos lácteos do Brasil. A negociação demorou dois anos até
a aprovação do Certificado Sanitário Internacional. Pelo certificado poderão ser exportados os
produtos das áreas livres da febre aftosa com e sem vacinação. A confirmação foi oficializada pelo
adido agrícola da embaixada do Brasil em Tóquio, Marcelo Mota.
O Japão é o sétimo maior importador mundial de lácteos. Em 2016, o país asiático importou
cerca de 62 mil toneladas de soro de leite em pó, 13 mil toneladas de manteiga, 258 mil toneladas
de queijos e 201,5 mil toneladas de outros produtos lácteos (leite em pó desnatado, caseína,
caseinatos, lactose, entre outros). Em 2016, o mercado japonês importou cerca de US$ 1,2 bilhão
de produtos lácteos.
Segundo o secretário de Relações Internacionais do Mapa, Odilson Ribeiro e Silva, “para o
setor de lácteos, que está iniciando sua entrada no mercado internacional, o Japão é um cliente
muito importante pelo grande potencial de consumo e pelo grau de exigência que tem,
demonstrando a capacidade do Brasil de atender estas exigências”.

Fonte: MAPA

Veja também

Começa implantação de Plano de Erradicação de Aftosa para retirar vacina30/10 Departamento de Saúde Animal (DSA) do Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (Mapa) iniciou, em Porto Velho, os trabalhos do Plano Estratégico de Erradicação e Prevenção da Febre Aftosa (PNEFA), que prevê a retirada total da vacinação no País até 2023. Durante três dias, na semana passada, houve......
Diretoria da ACIC se reúne com prefeito Buligon11/02/16 A diretoria da Associação Comercial e Industrial de Chapecó (ACIC), presidida pelo empresário Josias Mascarello, foi recebida em audiência pelo prefeito Luciano Buligon nesta quinta-feira. Na oportunidade, foi discutida a......

Voltar para Notícias (pt)