NOTÍCIAS

Postado em 13 de Setembro de 2016 às 17h48

BRDE assina contratos que somam R$ 72,5 milhões na Mercoagro

Recursos vão beneficiar cooperativas agropecuárias e médica da Região Oeste

O BRDE vai assinar quatro contratos de financiamento durante a Mercoagro, que acontece de 13 a 16 de setembro em Chapecó. O montante financiado chega a R$ 72,5 milhões e vai atender as demandas de crédito de longo prazo de três cooperativas agroindustriais e da cooperativa médica Unimed Chapecó. Para o gerente regional Paulo César Antoniollo, a Mercoagro tem se mostrado uma excelente oportunidade de relacionamento com clientes e de prospecção de novos negócios para o BRDE. “O público visitante é muito qualificado.

O evento reúne o que há de mais moderno e inovador no processamento de proteínas de origem animal, um segmento em que o BRDE tem ampla atuação, graças ao financiamento de indústrias frigoríficas, especialmente as de propriedade de cooperativas agroindustriais”, explica.

“Além da possibilidade de fazer networking com o visitante, temos a possibilidade de captar clientes também entre os demais expositores, que são fabricantes de máquinas e equipamentos. O BRDE conta com linhas de crédito para este segmento e financia também ideias e processos inovadores”, explica Antoniollo. 

Contratos com cooperativas agropecuárias chegam a R$ 52,3 milhões

Copérdia – A Cooperativa com sede em Concórdia assina 2 contratos de financiamento com o BRDE. O primeiro, de R$ 20 milhões, vai permitir a aquisição de insumos agropecuários, para posterior repasse a seus cooperados. O financiamento se dá por meio da integralização de cotas-partes por meio de seus associados. 

O segundo contrato de financiamento, no montante de R$ 1,5 milhão, vai permitir a ampliação e modernização da unidade da Copérdia em Água Doce. O projeto amplia a capacidade de armazenagem de 2 mil sacas para 35 mil sacas e também vai incrementar a capacidade de recebimento de grãos, que passa de 3 mil sacas para 10 mil sacas por dia. Estão previstos 5 novos empregos. 

Cooperativa A1 – O financiamento de R$ 20 milhões será utilizado para a compra de insumos para seus cooperados e se dá pela integralização de cotas-partes. Segundo a cooperativa, existe uma dificuldade em contratar este tipo de crédito para custeio agrícola junto aos bancos comerciais, uma vez que os encargos financeiros são elevados. Por meio da operação com o BRDE, será possível manter 1.105 vagas de trabalho.

Cooperitaipu – A Cooperativa assina contrato de R$ 10,785 milhões com o BRDE, também para compra de insumos agrícolas mediante financiamento para integralização de cotas-partes de seus cooperados. Os recursos captados servirão para a Cooperitaipu adquirir insumos agropecuários para posterior repasse aos seus cooperados suinocultores e avicultores.

Unimed contrata R$ 20 milhões para segunda fase da obra do Hospital

A cooperativa médica de Chapecó assina contrato de financiamento para a segunda fase da obra do Hospital da Unimed, no montante de R$ 20 milhões. O crédito contratado com o BRDE vai permitir investimentos complementares de obras de alvenaria e das instalações hospitalares, além da aquisição de móveis e utensílios para a ocupação comercial da unidade. 

Quando estiver em operação, o Hospital vai contar com 60 leitos, divididos em dois pavimentos, e mais três pavimentos destinados a diagnóstico. A expectativa da Unimed Chapecó é a geração de 200 novas vagas de trabalho.

Serviço:
O que: Assinatura de contratos com cooperativas no valor de R$ 72,5 milhões
Quando: 14/09 – 18h
Onde: Estande ACIC/BRDE na Mercoagro
Quem: Representantes do BRDE, Copérdia, Unimed, Cooperativa A1 e Cooperitaipu.
Fonte: BRDE
 

Veja também

Fibratec apresentará reservatórios para grandes volumes de água11/08/16 A Fibratec Engenharia atua no mercado com espírito empreendedor, fabricando produtos em fibra de vidro, polietileno e polipropileno desde 1987. A empresa possui a solidez de uma marca com credibilidade e visão no futuro. Investindo em novas tecnologias, iniciou suas atividades com soluções inovadoras na área de tratamento de efluentes, reservatórios de grandes volumes e......
Brasil será terceiro maior produtor de carnes até 202517/11/16 Mais de 70% da produção de proteínas ficará por conta dos países em desenvolvimento. Biossegurança e recursos hídricos serão diferenciais O crescimento da população, estimada em 10......

Voltar para Notícias (pt)