NOTÍCIAS

Postado em 12 de Setembro de 2016 às 17h06

Câmara do Agronegócio da FIESC debate perspectivas do agronegócio em Chapecó

A Câmara de Desenvolvimento da Agroindústria da Federação das Indústrias de Santa Catarina (FIESC) realiza nesta terça-feira (dia 13), das 9 às 12 horas, no auditório do SENAI (Rua Frei Bruno, 201, Jardim América), em Chapecó, reunião para discutir questões logísticas e infraestruturais, a produção e o abastecimento de milho e o comércio para o setor no Brasil e no exterior, entre outros temas.

O presidente da FIESC, Glauco José Côrte, fará a abertura do encontro com lideranças do setor e, à tarde, participa da Mercoagro (Feira Internacional de Negócios, Processamento e Industrialização da Carne), que ocorre de 13 a 16 de setembro, no município. 

Na reunião, o presidente da Câmara, Mario Lanznaster, abordará o tema “Panorama do setor sob uma perspectiva estratégica”; o diretor da Associação Brasileira de Proteína Animal (ABPA), Ariel Antônio Mendes, falará sobre as “Perspectivas do comércio interno e externo e o impacto na agroindústria catarinense”; representantes da Secretaria de Estado da Agricultura e Pesca vão destacar a produção e o abastecimento de milho no Estado. 

Ainda no encontro serão abordados os temas: manufatura avançada: inovação para o agronegócio, além do portal setorial: informação estratégica para a tomada de decisão.
Informações adicionais pelo e-mail arthur.cardoso@fiesc.com.br.

Mercoagro

Os desafios da indústria alimentar de oferecer ao mercado produtos saborosos e nutritivos e também mais naturais, livres ou com teores reduzidos de aditivos, serão tema de debates na programação técnica e científica que o SENAI/SC promoverá durante a Mercoagro 2016, em Chapecó. 

Estão programados o 11º Seminário Internacional de Industrialização da Carne, o Workshop Internacional Inovações Tecnológicas em Processamento de Carnes, Salão de Inovação, Clínica Tecnológica e Laboratório Experimental. Alguns desses eventos são realizados pela entidade desde a primeira edição da Mercoagro.

Veja também

Exportações totais de carne suína crescem 38,1% em 201622/11/16 Levantamentos feitos pela Associação Brasileira de Proteína Animal (ABPA) mostram que as exportações de carne suína (considerando todos os produtos, entre in natura e processados) atingiram 614,5 mil toneladas entre janeiro e outubro, volume 38,1% superior ao alcançado no mesmo período do ano anterior, que foi de 444,9 mil toneladas. Especificamente em......
Mapeamento do DNA do nelore leva à genoma que gera a qualidade da carne01/06 Alguns avanços em pesquisas científicas conseguiram identificar regiões no genoma que controlam a expressão dos genes relacionados às características que causam uma melhor qualidade da carne na raça nelore. A......
Boi/Scot: Em 20 anos, abates cresceram 114% no Brasil18/06 A evolução anual no número de bovinos abatidos no Brasil entre 1997 e 2017 foi de 114%, ou de 449 mil cabeças por ano, informou a Scot Consultoria, em relatório sobre o tema, com base em dados do Instituto Brasileiro de......

Voltar para Notícias (pt)