NOTÍCIAS

Postado em 11 de Fevereiro de 2016 às 15h00

Carne suína brasileira deverá ter outro ano positivo em 2016, diz Rabobank

O setor de carne suína brasileiro deverá ter um desempenho positivo em 2016, beneficiado pela desvalorização do real ante o dólar favorecendo a competitividade

“Preços de grãos em real (moeda brasileira) deverão subir como resultado do impacto do fortalecimento do dólar durante 2016”, avaliam os analistas.

“No entanto, o bom cenário para as exportações de suínos – juntamente com as projeções positivas para o consumo doméstico – devem sustentar mais um ano positivo para a indústria de suínos.”

O Rabobank afirma que apesar do cenário econômico desafiador no Brasil, o consumo de carne suína deve se manter firme durante o primeiro semestre de 2016, diante de uma expectativa de redução na oferta de carne bovina. Os preços da carne suína, porém, deverão ficar apenas “levemente acima” daqueles praticados no quarto trimestre de 2015, diante de um cenário doméstico desafiador e preços internacionais baixos.

Nas exportações, apesar de esperar desempenho positivo, o Rabobank lembra que o Brasil ainda é fortemente dependente do mercado russo, para onde partem 45% de suas vendas externas de carne suína. As vendas para a Rússia continuaram crescendo em 2015, assim como para Hong Kong, segundo principal destino da carne suína brasileira.

A Coreia do Sul autorizou em janeiro deste ano o início das compras de carne suína in natura de fornecedores localizados em Santa Catarina, único estado brasileiro com status de livre de febre aftosa sem vacinação. A expectativa do secretário da Agricultura e da Pesca de Santa Catarina, Moacir Sopelsa, é de que os embarques para a Coreia do Sul se iniciem no segundo semestre deste ano, conforme informações divulgadas recentemente no site do governo estadual.

Fonte: Portal do Agronegócio 

Veja também

Sessão de Negócios oportunizará prospecção de clientes e acesso ao mercado26/07/16 Com objetivo de facilitar às micro e pequenas empresas o contato com potenciais clientes, oportunizando prospectar novos negócios, o Serviço Brasileiro de Apoio às Micro e Pequenas Empresas (Sebrae/SC) promoverá, em parceria com a Associação Comercial e Industrial de Chapecó (ACIC) e com apoio do Núcleo de Comércio Exterior e Logística......
Preços de milho e soja caem com maior oferta, aponta Cepea19/06 Os preços do milho e da soja registraram queda nesta semana, segundo o Centro de Estudos Avançados em Economia Aplicada (Cepea), da Escola Superior de Agricultura Luiz de Queiroz (Esalq/USP). A maior oferta interna de milho mantém os......

Voltar para Notícias (pt)