NOTÍCIAS

Postado em 11 de Fevereiro de 2016 às 15h00

Carne suína brasileira deverá ter outro ano positivo em 2016, diz Rabobank

O setor de carne suína brasileiro deverá ter um desempenho positivo em 2016, beneficiado pela desvalorização do real ante o dólar favorecendo a competitividade

“Preços de grãos em real (moeda brasileira) deverão subir como resultado do impacto do fortalecimento do dólar durante 2016”, avaliam os analistas.

“No entanto, o bom cenário para as exportações de suínos – juntamente com as projeções positivas para o consumo doméstico – devem sustentar mais um ano positivo para a indústria de suínos.”

O Rabobank afirma que apesar do cenário econômico desafiador no Brasil, o consumo de carne suína deve se manter firme durante o primeiro semestre de 2016, diante de uma expectativa de redução na oferta de carne bovina. Os preços da carne suína, porém, deverão ficar apenas “levemente acima” daqueles praticados no quarto trimestre de 2015, diante de um cenário doméstico desafiador e preços internacionais baixos.

Nas exportações, apesar de esperar desempenho positivo, o Rabobank lembra que o Brasil ainda é fortemente dependente do mercado russo, para onde partem 45% de suas vendas externas de carne suína. As vendas para a Rússia continuaram crescendo em 2015, assim como para Hong Kong, segundo principal destino da carne suína brasileira.

A Coreia do Sul autorizou em janeiro deste ano o início das compras de carne suína in natura de fornecedores localizados em Santa Catarina, único estado brasileiro com status de livre de febre aftosa sem vacinação. A expectativa do secretário da Agricultura e da Pesca de Santa Catarina, Moacir Sopelsa, é de que os embarques para a Coreia do Sul se iniciem no segundo semestre deste ano, conforme informações divulgadas recentemente no site do governo estadual.

Fonte: Portal do Agronegócio 

Veja também

Pela primeira vez na feira, Mesal apresentará paletizador robô12/08/16 Desde sua fundação, em 1980, a Mesal Máquinas e Tecnologia LTD, localizada na cidade de Bento Gonçalves (RS), vem trabalhando no mercado brasileiro e no exterior. A empresa fabrica máquinas e equipamentos para linhas de envase e paletização. É a primeira vez que participa da Mercoagro e apresentará na feira um paletizador robô. Com......
Deatec expõe serviços e produtos das empresas de tecnologia15/09/16 O setor da carne é um mercado altamente especializado e competitivo, sendo, por consequência, muito exigente. Chapecó e a região oeste possuem empresas de tecnologia que desenvolvem produtos e serviços de alto padrão......
MERCADO DOS EUA À CARNE BRASILEIRA DEVE SER REABERTO EM ATÉ 60 DIAS22/08/17 Ao deixar a reunião com secretário de Agricultura dos Estados Unidos, Sonny Perdue, em Washington, na segunda-feira (17), o ministro Blairo Maggi (Agricultura, Pecuária e Abastecimento) disse ser preciso aguardar......

Voltar para Notícias (pt)