NOTÍCIAS

Postado em 15 de Agosto de 2018 às 14h09

Céleres: área plantada de milho deve crescer 7% e somar 5,8 milhões de hectares

  • Mercoagro – Edição 2018 -

A área semeada com milho verão em 2018/19 deve crescer 7% em relação à temporada anterior e somar 5,8 milhões de hectares, segundo estimativa da consultoria Céleres, divulgada nesta terça-feira, 14. O 1º acompanhamento da safra 2018/19 aponta que, mantida a produtividade dos últimos 15 anos, a produção na minha safra deve ser de 30,3 milhões de toneladas, 9% maior que a do último verão.
“Os preços elevados do cereal vistos atualmente deverão incentivar o aumento d superfície, sobretudo no Sul do País, onde a demanda pelo milho no primeiro semestre é maior”, diz a consultoria em relatório.
Em relação à segunda safra (safrinha), a Céleres também destaca o cenário positivo para o plantio – câmbio e exportações sustentadas – para projetar um crescimento de 900 mil hectares na área a ser semeada no próximo ano, para um total de 12,3 milhões de hectares.
O volume esperado pela Céleres é de 73,8 milhões de toneladas, aumento de 30% “em relação ao resultado produtivo frustrante observado na temporada 2017/18”, devido ao clima desfavorável.
Somadas as duas safras, o Brasil deverá produzir em 2018/19, segundo a Céleres, 104,11
milhões de toneladas de milho, 24% mais que as 83,98 milhões de toneladas esperadas em
2017/18.
Do total projetado para o atual ciclo, 94,91 milhões de toneladas serão produzidas no
Centro-Sul e 9,21 milhões de t no Norte/Nordeste.


Fonte: Dinheiro Rural

Veja também

Embarques de carne in natura para EUA iniciam em cerca de 90 dias08/08/16 As exportações de carne bovina in natura para os Estados Unidos devem iniciar em cerca de 90 dias, após finalização dos trâmites administrativos realizados pelas autoridades dos Ministérios da Agricultura e Pecuária do Brasil e do país norte-americano. As negociações entre os dois países para carne fresca e congelada ocorrem há......
BTG afirma que 2016 será o 'ano da carne' e destaca Minerva e Marfrig05/04/16 Banco foge do consenso do mercado e acredita que margens devem ser mais fortes e de longo prazo Para o BTG Pactual, 2016 será o ano da carne. O banco de investimentos prevê margens fortes e afirma que a indústria do setor deve se......

Voltar para Notícias (pt)