NOTÍCIAS

Postado em 27 de Março às 13h44

Chapecó tem manifestação em apoio aos produtores de carne

Mercoagro – Edição 2018 Empresários, funcionários e consumidores da cadeia produtiva da carne reuniram-se em manifestação na manhã de sábado, 25, em Chapecó, no Oeste de Santa Catarina. Eles...

Empresários, funcionários e consumidores da cadeia produtiva da carne reuniram-se em manifestação na manhã de sábado, 25, em Chapecó, no Oeste de Santa Catarina. Eles demonstraram apoio à indústria do porco, do boi e do frango, que há pouco mais de uma semana foram colocadas em xeque com a operação Carne Fraca, da Polícia Federal. A organização, composta pela Sociedade Amigos de Chapecó e por lideranças empresariais, fala em 2 mil participantes no protesto, enquanto a Polícia Militar não repassou números.

No Centro da cidade, os manifestantes erguiam cartazes com mensagens — em português e em inglês — que reforçavam o rigor no sistema de inspeção catarinense e brasileiro. Algumas autoridades estiveram presentes, a exemplo do prefeito do município, Luciano Bulligon (PSB), que engrossaram o discurso acerca da qualidade da carne consumida e exportada em solo local.

— Nós temos total confiança na indústria da carne de SC, porque é moderna, segura e aprovada por mais de 160 países — enfatizou o presidente da Associação Comercial e Industrial de Chapecó, Josias Mascarello.

Segundo Marcos Bedin, que assessora as lideranças empresariais da região, a ideia não é condenar a instituição policial, mas a forma com que essa investigação em específico foi conduzida e, portanto, gerou desconfiança no setor.

— É unanimidade a aprovação da nossa agroindústria. A condenação se dá unicamente à espetacularização da notícia da PF. Temos muito respeito pela PF, mas esse caso foi desastrado. Queremos que investigue, prenda, mas que divulgue na hora certa — disse.


Fonte: Diário Catarinense
Foto: Cristiano Estrela / Agência RBS

Veja também

Maggi assina protocolo para agilizar importação de insumos agropecuários27/10 O ministro da Agricultura, Pecuária e Abastecimento, Blairo Maggi, assinou nesta quarta- feira (25/10), no Porto de Santos (SP), protocolo para que empresas importadoras de insumos agropecuários adotem o sistema Operador Econômico Autorizado (OEA-Agro). Criado pela Receita Federal, o OEA simplifica, agiliza e garante previsibilidade para a internalização de produtos. As......

Voltar para Notícias (pt)