NOTÍCIAS

Postado em 09 de Fevereiro de 2018 às 11h17

China e Hong Kong reduzem impacto do embargo russo para carne suína brasileira

  • Mercoagro – Edição 2018 -

As fortes elevações dos embarques para a China e Hong Kong reduziram o impacto
causado pelo embargo imposto pela Rússia à carne suína brasileira desde dezembro do ano passado, informa a Associação Brasileira de Proteína Animal (ABPA).
O caso mais emblemático é o da China, que no primeiro mês de 2018 importou 13,5 mil
toneladas, resultado que supera em 122% o volume embarcado para o mercado chinês em janeiro do ano passado.  As vendas geraram receita de US$ 28,9 milhões, 131% acima do realizado no ano anterior.
Já Hong Kong incrementou suas importações em 23%, com 17,2 mil toneladas exportadas
em janeiro de 2018.  Em receita, o crescimento chegou a 27%, totalizando US$ 34,8 milhões.
“O setor de suínos entrou em um novo momento, com menor dependência das vendas para o Leste Europeu, diminuindo os efeitos do embargo russo.  As exportações para a China neste início do ano, inclusive, superaram a média dos embarques realizados para a Rússia no primeiro mês dos últimos cinco anos”, explica Francisco Turra, presidente-executivo da ABPA.
No total, as exportações brasileiras de carne suína (incluindo todos os produtos, entre in
natura e processados) totalizaram 54,4 mil toneladas, volume 15,4% inferior ao registrado em janeiro de 2017, com 64,3 mil toneladas.
Em receita, os embarques do setor renderam US$ 111,4 milhões em janeiro, número 19,9%
menor que os US$ 139,1 milhões obtidos em janeiro de 2017.
Outros mercados também incrementaram suas importações no primeiro mês do ano.  É o
caso do Uruguai, que importou 3,1 mil toneladas (+30%); e de Angola, com 2,5 mil toneladas (+7%).
“Os embarques de carne suína devem ser impulsionados neste ano pelas vendas para a
Coreia do Sul, que está prestes a abrir seu mercado, conforme informações recebidas do
Secretário-executivo do Ministério da Agricultura, Eumar Novacki, que está em missão na Ásia. Há, também, sinalizações de interesse vindas do Peru e do México”, explica Turra.
Fonte: ABPA

Veja também

Clínica Tecnológica esclarecerá dúvidas de visitantes e expositores12/09/16 Um local que funcionará como consultoria técnica, como se fosse um laboratório onde serão tratados temas de ponta, incluindo conservação de alimentos, Food Defense, alta pressão, sanidade animal, análise sensorial por meio de processos inovadores, como o nariz e a língua eletrônica. Assim será a Clínica Tecnológica, evento da......
Maggi projeta crescimento de 27% na produção de carnes até 202824/07/18 O ministro da Agricultura, Pecuária e Abastecimento, Blairo Maggi, afirmou durante o evento internacional Global Agribusiness Fórum 2018 (GAF) que a produção de carnes do Brasil deve crescer em torno de 27% nos próximos dez......
Santa Catarina terá redução de 16% na safra de milho22/01/18 Santa Catarina espera uma safra de milho 16% menor este ano. As estimativas iniciais do Centro de Socioeconomia e Planejamento Agrícola (Epagri/Cepa) são de que o estado tenha uma redução na área plantada e também......

Voltar para Notícias (pt)