NOTÍCIAS

Postado em 19 de Abril de 2017 às 15h21

China reabilita três plantas exportadoras de carne de frango

Mercoagro – Edição 2018 As autoridades sanitárias chinesas reabilitaram plantas exportadoras de carne de frango do Brasil. Segundo informou a Associação Brasileira de Proteína Animal (ABPA), a...

As autoridades sanitárias chinesas reabilitaram plantas exportadoras de carne de frango do Brasil. Segundo informou a Associação Brasileira de Proteína Animal (ABPA), a reabilitação foi feita pela Administração Geral de Quarentena, Inspeção e Supervisão da Qualidade da República Popular da China (AQSIQ). A informação foi publicada nesta semana no site do órgão chinês.
As unidades reabilitadas são da Seara (SIF 1194, de Amparo/SP), BRF (SIF 18, de Dourados/MS) e Copacol (SIF 516, de Cafelândia/PR). A efetivação dos embarques aguarda, apenas, a conclusão das tramitações oficiais pelos governos do Brasil e da China. A suspensão destas unidades havia ocorrido antes dos impactos causados pelas divulgações de informações equivocadas, durante a Operação Carne Fraca, em 17 de março.
“A reabilitação destas unidades frigoríficas é um gesto de grande confiança das autoridades chinesas no sistema produtivo brasileiro. Sob a liderança do Ministro Blairo Maggi, o setor de proteína animal brasileiro tem trabalhado fortemente para recuperar a credibilidade internacional, após as consequências da divulgação do Carne Fraca. Estas reabilitações são amostras dos avanços conquistados”, diz Francisco Turra, presidente-executivo da ABPA.

Fonte: SF Agro

Veja também

Eaton traz para a feira caminhão com soluções elétricas08/09/16 Com o objetivo de expandir os negócios do Grupo Elétrico na agroindústria brasileira, a Eaton, em parceria com a distribuidora J da Luz, levará para Chapecó (SC) seu showroom sobre rodas. O espaço móvel totalmente customizado apresentará, de 13 a 16 de setembro, durante a 11ª edição da Mercoagro, soluções para......
Indústria de carne suína espera ganhar mais espaço na China26/03 A guerra comercial entre China e Estados Unidos pode trazer reflexos positivos para a indústria brasileira de carne suína. É em que acredita a Associação Brasileira de Proteína Animal (ABPA), que divulgou nota sobre......

Voltar para Notícias (pt)