NOTÍCIAS

Postado em 28 de Novembro de 2017 às 13h29

Cidasc celebra 38 anos de excelência em sanidade agropecuária

Agroindústria (26)
  • Mercoagro – Edição 2018 -

A Companhia Integrada de Desenvolvimento Agrícola de Santa Catarina (Cidasc),
vinculada à Secretaria de Estado da Agricultura e da Pesca celebra 38 anos de história e grandes
conquistas para os catarinenses. Desde que foi criada, em 27 de novembro de 1979, a Cidasc
trabalha para promover o agronegócio catarinense e o desenvolvimento das cadeias produtivas
por meio da sanidade animal e vegetal e inspeção de produtos de origem animal.
A Cidasc atua em todo o estado de Santa Catarina e criou um modelo de trabalho para
resguardar o produtor rural e a sociedade, orientando, promovendo ações de combate, controle e
prevenção de doenças e pragas que acometem os setores da agropecuária e que podem ser
transmitidas para os humanos.
O presidente da companhia, Enori Barbieri, destaca que essa é uma data histórica e
merece ser celebrada. “Vamos comemorar com cada entidade parceira e cada colaborador que
fez deste Estado um lugar seguro para quem produz e para quem compra. Aqui temos sanidade
de excelência e produtos de qualidade, que distingue a produção catarinense de todo o cenário
nacional”, declarou.
Em 38 anos, a companhia trabalhou para assegurar a condição sanitária diferenciada de
Santa Catarina e salvaguardar a saúde da população, sempre como referência nacional e
internacional, com destaque para o status sanitário livre de febre aftosa sem vacinação e livre de
peste suína clássica. Os benefícios econômicos obtidos pelo resultado dessas conquistas
fomentam a economia do Estado, geram emprego e renda e a abertura dos mercados mais
competitivos do mundo.
De acordo com o secretário da Agricultura, Moacir Sopelsa, de 1989 para 2017 a
agropecuária catarinense se sobressaiu graças a parcerias entre o Governo do Estado, produtores
rurais, agroindústria, entidades do setor e às ações e medidas do Serviço Oficial de Defesa
Agropecuária, principalmente na fiscalização de trânsito, na educação sanitária e vigilância
epidemiológica.
Barbieri diz que o crescimento da Cidasc nestes 38 anos de trabalho só foi possível graças
a uma geração de profissionais que passaram pela companhia e aos que hoje trabalham e
colaboram em cada atividade, seja ela técnica ou administrativa, vestindo a camisa da empresa e
acreditando no sucesso da defesa agropecuária catarinense. “Nosso Estado se consolidou como
referência em sanidade e defesa agropecuária”, destacou.

Fonte: Cidasc

Veja também

Chilenos visitam estabelecimentos de aves e de bovinos no Brasil30/08/18 Na próxima sexta-feira (31), será realizada reunião final entre autoridades sanitárias do Chile e integrantes do Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (Mapa) para avaliação de auditorias realizadas pelos chilenos no Brasil. Na semana passada, no Rio Grande do Sul os representantes daquele país visitaram áreas de......
Parlamentares europeus conhecem mais sobre o agro brasileiro04/04/18 Uma comissão de representantes do Parlamento Europeu foi recebida nesta terça-feira (03) pelo ministro Blairo Maggi (Agricultura, Pecuária e Abastecimento), que estava acompanhado do presidente da Embrapa, Maurício Lopes, e do......

Voltar para Notícias (pt)