NOTÍCIAS

Postado em 30 de Outubro de 2017 às 17h11

Crescimento na produção global de carne suína fortalece o último trimestre

Notícias (46)Mercado (38)

Em relação ao quarto trimestre de 2017, a produção global deverá aumentar ainda mais
impulsionada principalmente pela China, Estados Unidos, Canadá e Brasil. A afirmação é da
análise do Rabobank, Pork Quarterly, que ressalta que as importações da China que já haviam
diminuído tendem a melhorar no fim deste ano.
"A história mais significativa nos mercados globais de suíno tem sido o declínio substancial
nas importações da China nos últimos meses, o que cria um risco de mercados globais
sobrecarregados", diz Chenjum Pan, analista de proteína animal.
Embora o índice de preços do suíno Rabobank Five-Nation sugira uma tendência de preços
mais forte, os principais países importadores provavelmente manterão um crescimento constante
das importações, afirma a análise.
BRASIL: QUEDA NA EXPORTAÇÃO PARA A CHINA
As exportações brasileiras de carne suína aumentaram cerca de 18% seu valor nos
primeiros nove meses do ano. Já em volume, houve queda de aproximadamente 4%, em
particular, devido à diminuição das importações chinesas desta proteína. “Dado os custos de
alimentação favoráveis, esperamos que a produção brasileira continue aumentando no quarto
trimestre de 2017”, conclui a análise.

Fonte: Suinocultura Industrial

Veja também

Governo mantém desoneração a setores de aves, suínos e peixes06/06 O fim da desoneração da folha de pagamento de diferentes setores da economia, que serviu como moeda de troca para a redução de tributos sobre os combustíveis, não afetou as cadeias de aves, suínos e peixes. De acordo com a Organização das Cooperativas Brasileiras (OCB), o texto sancionado pelo presidente Michel Temer, na última semana, manteve a......

Voltar para Notícias (pt)