NOTÍCIAS

Postado em 10 de Janeiro de 2017 às 14h29

Dentre as proteínas, a carne de frango foi a que obteve maior valorização em 2016

Diante de um cenário macroeconômico ruim em 2016, o mercado de frango se destacou entre as proteínas.

A média anual dos preços pagos pelo frango vivo em São Paulo ficou 10,6% maior que em 2015. A cotação média foi de R$2,89/kg.

Os abates seguem movimento crescente. No acumulado dos três primeiros trimestres o país abateu 4,45 bilhões de cabeças (IBGE), aumento de 3,7% na comparação com igual período do ano anterior. O mercado conseguiu absorver bem a produção. A crise econômica no país aumentou a procura por proteínas de menor custo.

As exportações também colaboraram com o setor.

A carne de frango no atacado em dezembro acumulava valorização de 12,1% em doze meses, enquanto a suína teve alta de 8,0% e o dianteiro bovino queda de 2,2% no período.

A forte valorização do milho, porém, diminuiu as margens dos avicultores.

Para 2017, a expectativa de patamares menores para os preços do milho é favorável para o setor e, ainda diante de um cenário econômico desafiador, a carne de frango continua sendo uma opção interessante para o consumidor.

Fonte: Notícias Agrícolas

Veja também

High Tech na Mercoagro 201614/12/15 Participante desde a primeira edição da Mercoagro, a High Tech oferece mais de 500 desossadoras mecânicas e 70 módulos trocadores de calor entre outros equipamentos para a produção de alimentos. Fundada em 1988, hoje, se consolidada no mercado nacional e internacional sendo sinônimo de responsabilidade e competência. Atua na América Latina, Ásia......
Exportação de frango in natura atinge 272 mil toneladas em março28/03 A exportação de carne de frango in natura brasileira registrou um total de 272 mil toneladas exportadas nos 21 dias úteis de março, com média diária de 16 mil toneladas, uma queda de 0,3% na quantidade média......
Evento em Chapecó assinala a conquista do Brasil livre de aftosa04/04 O objetivo é comemorar a conquista do status sanitário do Brasil livre de aftosa com vacinação. Para isso, a Federação da Agricultura e Pecuária do Estado de Santa Catarina (FAESC) reúne as......

Voltar para Notícias (pt)