NOTÍCIAS

Postado em 10 de Janeiro às 14h29

Dentre as proteínas, a carne de frango foi a que obteve maior valorização em 2016

Diante de um cenário macroeconômico ruim em 2016, o mercado de frango se destacou entre as proteínas.

A média anual dos preços pagos pelo frango vivo em São Paulo ficou 10,6% maior que em 2015. A cotação média foi de R$2,89/kg.

Os abates seguem movimento crescente. No acumulado dos três primeiros trimestres o país abateu 4,45 bilhões de cabeças (IBGE), aumento de 3,7% na comparação com igual período do ano anterior. O mercado conseguiu absorver bem a produção. A crise econômica no país aumentou a procura por proteínas de menor custo.

As exportações também colaboraram com o setor.

A carne de frango no atacado em dezembro acumulava valorização de 12,1% em doze meses, enquanto a suína teve alta de 8,0% e o dianteiro bovino queda de 2,2% no período.

A forte valorização do milho, porém, diminuiu as margens dos avicultores.

Para 2017, a expectativa de patamares menores para os preços do milho é favorável para o setor e, ainda diante de um cenário econômico desafiador, a carne de frango continua sendo uma opção interessante para o consumidor.

Fonte: Notícias Agrícolas

Veja também

Salão da Inovação apresentará resultados de pesquisas03/08/16 Além da apresentação de máquinas, equipamentos, implementos, insumos e instalações para todas as etapas do processo industrial, a Mercoagro 2016 trará conhecimento para os visitantes e expositores, por meio da programação paralela. Integra os eventos o Salão da Inovação, que ocorrerá ao lado do estande do Senai/Fiesc. Durante......
Aurora Alimentos cresce no mercado mundial de carnes, apesar dos desafios15/03/16 A Cooperativa Central Aurora Alimentos – terceiro maior grupo agroindustrial do País – obteve nas exportações de carnes 24% de sua receita operacional bruta, em 2015. No ano passado, a receita total fechou em R$ 7,7......

Voltar para Notícias (pt)