NOTÍCIAS

Postado em 08 de Junho às 15h11

Erradicação da PSC foi um dos temas abordados em reunião entre MAPA e ABCS

  • Mercoagro – Edição 2018 -

Temas importantes para a suinocultura nacional foram debatidos em encontro ocorrido na
última terça-feira (05). A reunião foi realizada pela Câmara Setorial de Aves e Suínos do Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (MAPA) e contou com a participação da Associação Brasileira dos Criadores de Suínos (ABCS).
Entre as temáticas abordadas estiveram o Plano de Erradicação do vírus da Peste Suína
Clássica (PSC) e a armazenagem dos estoques públicos de milho. Sobre a doença, uma
solicitação foi feita para as entidades pelo diretor do Departamento de Saúde Animal (DAS), Guilherme Marques, onde o dirigente solicita mais empenho no combate. "Esse é um trabalho conjunto entre o ministério e a iniciativa privada, por isso, precisamos do apoio de todos", pontua.
A associação também se comprometeu a colaborar com o ministério e garantiu que a
erradicação da doença no Brasil trará benefícios para toda a suinocultura. "Erradicar a Peste Suína Clássica poderá ampliar a ascensão da cadeia produtiva nos Estados do norte e nordeste.
Reconhecemos a importância da parceria entre entidades representativas e o MAPA, por isso a ABCS será uma grande parceira nesse combate", destaca a gerente de Relações Governamentais da ABCS, Ana Paula Cenci.
Já na abordagem sobre o milho, os dados divulgados pela instituição também apontaram
que o valor do cereal sofreu um aumento em relação ao último ano. "A diferença de preço é significante, houve uma quebra de safra na Argentina de 20% e o Estado do Paraná teve problemas com a seca, logo, o volume de milho oferecido no mercado será menor que em 2017", afirma o analista de Mercado, Thomé Guth.
O analista também propôs a formação de um Grupo de Trabalho (GT) para debater e
acompanhar a questão dos estoques de passagens. Guth também afirmou que, até o momento, não teve intervenção da Conab para comprar estoques públicos. “É necessária uma política para o milho, visto que o consumo do grão para ração animal está em ascensão”, ressalta.

Fonte: ABCS, adaptado pela equipe feed&food

Veja também

República Dominicana abre mercado para exportações de aves do Brasil27/04 A República Dominicana enviou comunicado autorizando o embarque de aves produzidas pelo Brasil, destaca a Associação Brasileira de Proteína Animal (ABPA), a partir de informação repassada pelo Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (MAPA). A autorização foi feita pelas Direções-gerais de Pecuária e de......
Master vai investir R$ 250 milhões em frigorífico em Mafra12/02/16 Bem localizada no Planalto Norte, Mafra começa a atrair investimentos de peso. A agroindústria Master, de Videira, dona da marca Sulita, vai instalar no município frigorífico para abate de suínos e......

Voltar para Notícias (pt)