NOTÍCIAS

Postado em 04 de Abril às 13h19

Evento em Chapecó assinala a conquista do Brasil livre de aftosa

  • Mercoagro – Edição 2018 -

O objetivo é comemorar a conquista do status sanitário do Brasil livre de aftosa com
vacinação. Para isso, a Federação da Agricultura e Pecuária do Estado de Santa Catarina
(FAESC) reúne as principais entidades do agronegócio nesta quinta-feira (05), às 10 horas da manhã, no Mogano Premium Hotel (Avenida Fernando Machado – 574-E) em Chapecó.
O ato é denominado Dia “A” da Plena Erradicação da Febre Aftosa no Brasil e dele
participarão o Governo do Estado, o Ministério da Agricultura, a Confederação da Agricultura e Pecuária do Brasil (CNA), a Companhia Integrada de Desenvolvimento Agrícola de Santa Catarina (Cidasc), os Sindicatos Rurais e outras organizações estatais e privadas ligadas à agricultura e ao agronegócio, além de lideranças, produtores e empresários rurais.
Santa Catarina está um estágio adiantado, pois ostenta o status de área livre sem
vacinação, assinala o presidente da FAESC José Zeferino Pedrozo. No Brasil, a implantação
progressiva de zonas livres de aftosa predominantemente com vacinação avançou
significativamente e está em vias de ser concluída. A previsão é que se alcance o reconhecimento internacional de zona livre de aftosa com vacinação para as últimas áreas da região norte no próximo mês (maio) com o reconhecimento dessa condição pela Organização Mundial da Saúde Animal (OIE) para os Estados do Amapá, Amazonas, Roraima e parte do território do Pará.
Pedrozo diz que é preciso celebrar a conquista desse status sanitário – para todo o Brasil –
com a mobilização dos produtores rurais. Lembra que o País necessitou de 60 anos de trabalho para ficar livre de aftosa com vacinação, enquanto Santa Catarina está ainda mais avançada, pois desfruta da condição de área livre sem vacinação.
O dirigente destacou o papel dos produtores rurais, das agroindústrias e do Ministério da
Agricultura em criar e manter condições sustentáveis para garantir o status de País livre da febre aftosa com vacinação e ampliar as zonas livres da doença (sem vacinação).
– “Em maio deste ano, durante a reunião anual da OIE, em Paris, a entidade deverá
anunciar o Brasil como país livre da febre aftosa com vacinação. A certificação oficial de que todo o território nacional é livre da doença com vacinação contribuirá para ampliar e abrir novos mercados internacionais às carnes brasileiras.”
O reconhecimento pela OIE consolidará o processo coordenado pelo Ministério. No início
de dezembro, quando foram declaradas novas zonas livres da febre aftosa com vacinação no Amapá, Roraima, em grande parte do Amazonas e em áreas de proteção no Pará, finalizou-se nacionalmente o processo de erradicação da doença. Em abril, completaram-se 11 anos sem registro de ocorrência de aftosa no País.
A programação prevê às 10 horas recepção, às 10h30 abertura, às 11 horas manifestações
e palestras sobre o DIA A e a plena erradicação da febre aftosa no Brasil com representantes da Cidasc e Ministério da Agricultura, encerrando-se com palavra do presidente da FAESC. Às 12h15 será servido almoço no restaurante do hotel.
REUNIÃO REGIONAL
No período da tarde, a Faesc reunirá os Sindicatos Rurais do oeste e extremo oeste
catarinense a partir das 14 horas, no mesmo local, para a discussão de assuntos relacionados à agricultura e ao agronegócio. O encerramento está previsto para as 17 horas.

Fonte: MB Comunicação

Veja também

Preço do suíno vivo registra valorização em SC e MT04/07 O preço do quilo do suíno vivo registrou valorização de preço nos estados de Santa Catarina, Mato Grosso, Distrito Federal e Rio Grande do Sul. A maior alta de preço é do suíno mato-grossense, que passou de R$ 2,37 para R$ 2,76 em um mês. Ou seja, avanço de 17,3%. Houve queda de preço nos estados do Paraná, São Paulo e......
Sanidade avícola é ferramenta para maximização da produtividade10/01 A avicultura é um importante setor na economia brasileira. O país ocupa a terceira colocação no ranking mundial de produção de carne de frango.  De acordo com o relatório da Associação......
Encadeamento Produtivo: pequenos negócios em evidência na Mercoagro 201616/09/16 Diversos produtos e serviços para o segmento de frigorífico são apresentados pelas treze pequenas empresas que integram o “Encadeamento Produtivo Aurora Alimentos – Sebrae/SC: suínos, aves e leite” em estandes,......

Voltar para Notícias (pt)