NOTÍCIAS

Postado em 02 de Março às 11h22

Exportação de carne bovina avança em fevereiro

  • Mercoagro – Edição 2018 -

As exportações de carne bovina cresceram tanto em quantidade quanto em faturamento em fevereiro, na comparação com igual mês do ano passado, de acordo com dados divulgados nesta quinta-feira, 1º de março, pelo Ministério da Indústria, Comércio Exterior e Serviços (MDIC). Já os embarques das proteínas de frango e suína recuaram na mesma base de comparação. Em relação a janeiro passado, todos os segmentos tiveram desempenho negativo.
Em carne bovina in natura, foram exportadas 98,1 mil toneladas, 24% mais ante as 79,28
mil toneladas de fevereiro do ano passado e leve queda de 1,4% ante as 99,5 mil toneladas
embarcadas em janeiro último. A receita somou US$ 392,5 milhões, 21% maior do que os US$ 325,963 milhões obtidos em fevereiro de 2017 e queda de 7,8% ante os US$ 452,8 milhões de janeiro. O preço médio pago pela tonelada, por sua vez, caiu 2,7% ante fevereiro de 2017, para US$ 4.000, e ficou 6,5% abaixo em relação à média de janeiro.
Os embarques de carne de frango in natura somaram 288,9 mil toneladas, 4% menos ante
fevereiro de 2017, quando foram embarcadas 301 mil toneladas. Na comparação com janeiro, quando foram exportadas 305,4 mil toneladas, a queda foi de 5,4%. O faturamento atingiu US$ 447,8 milhões, 11% abaixo dos US$ 501,8 milhões registrados em igual período de 2017 e queda de 3,8% em relação a receita de US$ 465,7 milhões de janeiro. O preço médio da tonelada embarcada, de US$ 1.550,30, ficou 1,7% acima ante o registrado no mês passado, mas 7% menor em comparação com igual mês de 2017.
Já as vendas externas de carne suína in natura totalizaram 35,7 mil toneladas, 19% abaixo
das 44,1 mil toneladas embarcadas em fevereiro de 2017 e 21,1% abaixo ante as 45,3 mil
toneladas de janeiro. A receita somou US$ 76,9 milhões, queda de 25% ante o registrado em igual mês do ano passado (US$ 102,5 milhões) e de 21% ante janeiro (US$ 97,5 milhões). No mês passado, o preço médio da tonelada ficou em US$ 2.152, em linha com o registro de janeiro e queda de 7,4% ante fevereiro de 2016.
ACUMULADO
Nos dois primeiros meses de 2018, as vendas de carne bovina totalizaram 197,6 mil
toneladas, ante 166,433 mil toneladas em igual período do ano passado (+18,7%). Já o
faturamento ficou em US$ 818,3 milhões este ano, valor 20,6% maior que os US$ 678,458
milhões obtidos entre janeiro e fevereiro de 2017.
Sobre as vendas externas de carne de frango in natura, houve queda de 5% no volume
acumulado até fevereiro, no comparativo anual, para 594,3 mil t (ante 626,359 mil t). Em
faturamento, o recuo foi de 11%, de US$ 1,026 bilhão para US$ 913,5 milhões.
Também no acumulado do ano, as exportações de carne suína in natura recuaram 23,25%,
atingindo US$ 174,4 milhões ante US$ 227,232 milhões em 2017. Em volume, a queda foi de 18%, passando de 98,65 mil toneladas para 81 mil toneladas.


Fonte: Dinheiro Rural

Veja também

Mais de 300 pessoas trabalham nos preparativos para a Mercoagro 201804/09 A Mercoagro 2018 (Feira Internacional de Negócios, Processamento e Industrialização da Carne) inicia na próxima semana em Chapecó e a comissão central organizadora atua nos últimos preparativos. Mais de 300 pessoas trabalham na montagem de estandes, melhorias nos pavilhões e atendimento aos expositores, montadoras e demais prestadores de......
Missão do Canadá virá vistoriar indústrias de carne bovina e suína04/08/16 Também foi anunciado que fabricantes brasileiros de gelatina e de alimentos para animais domésticos já podem exportar para o Canadá Representantes do Brasil e do Canadá acertaram na última semana, em Ottawa,......
Maioria dos mercados suspendeu restrições à carne brasileira, diz Maggi06/04/17 O Brasil já conseguiu reabrir a maioria dos mercados que havia imposto restrições às carnes brasileiras, disse o ministro Blairo Maggi (Agricultura, Pecuária e Abastecimento), no encerramento da XXXIII Reunião......

Voltar para Notícias (pt)