NOTÍCIAS

Postado em 22 de Junho às 09h55

Exportações de carne bovina crescem 17%, mas segundo semestre é de incerteza

  • Mercoagro – Edição 2018 -

Mesmo com a paralisação dos caminhoneiros, os embarques de carne bovina apresentaram crescimento de 17% nos quatro primeiros meses deste ano em relação a 2017. No último mês, as exportações se mantiveram estáveis. No entanto, os efeitos da greve para toda a cadeia produtiva podem causar impactos no desempenho no decorrer deste ano, apontam os dados do Rabobank.
Um ponto importante para o saldo positivo até o momento foi o reconhecimento do País
como livre de febre aftosa com vacinação pela Organização Mundial de Saúde Animal (OIE), o que pode aumentar os embarques, principalmente para a China. Como todo o setor levará ainda um tempo para se recuperar, o futuro da exportação é incerto.
A oferta dos produtos levará em média de 30 a 60 dias para normalizar, mas deve manter a
tendência de crescimento em 2018. Em relação à demanda interna, as expectativas para o
segundo semestre seguem em análise, já que o potencial de compra ainda está sendo avaliado para baixo.

Fonte: Rabobank, adaptado pela equipe feed&food

Veja também

Descoberta feita por cientistas poderá ser explorada em projetos de segurança alimentar06/04 A natureza intriga o homem pela diversidade e pela complexidade de formas e mecanismos ligados à sobrevivência de plantas e bichos. Uma equipe canadense decidiu estudar um desses processos inusitados: a formação da casca do ovo das galinhas. Eles identificaram que a estrutura que permite o desenvolvimento dos filhotes é formada por meio de uma intricada distribuição de......
Pesquisa aponta crescimento no abate de frangos e suínos19/06/17 Foram abatidas 1,48 bilhão de cabeças de frango no primeiro trimestre deste ano O primeiro trimestre deste ano registrou crescimento nos abates de frangos e suínos, se comparado com o trimestre anterior. Os dados foram......

Voltar para Notícias (pt)