NOTÍCIAS

Postado em 26 de Março de 2018 às 10h05

Faesc reúne Sindicatos Rurais em Chapecó para comemorar conquista sanitária

  • Mercoagro – Edição 2018 -

Com o objetivo de comemorar o DIA A – que assinala a plena erradicação da Febre Aftosa
no Brasil – a Federação da Agricultura e Pecuária do Estado de Santa Catarina (FAESC) reunirá os Sindicatos Rurais do oeste e extremo oeste no próximo dia 05 de abril, às 10 horas da manhã, na Sala Guarani do Mogano Premium Hotel (Avenida Fernando Machado – 574-E) em Chapecó.
Além de lideranças, produtores e empresários rurais, participarão do evento representantes
do Ministério da Agricultura, da Confederação da Agricultura e Pecuária do Brasil (CNA) e da Companhia Integrada de Desenvolvimento Agrícola de Santa Catarina (Cidasc).
O presidente José Zeferino Pedrozo disse que é preciso celebrar a conquista do status
sanitário – para todo o Brasil – de área livre de febre aftosa com vacinação, com a mobilização dos produtores rurais. Lembra que o País necessitou de 60 anos de trabalho para ficar livre de aftosa com vacinação, enquanto Santa Catarina está ainda mais avançada, pois desfruta da condição de área livre sem vacinação.
O dirigente destacou o papel dos produtores rurais, das agroindústrias e do Ministério da
Agricultura em criar e manter condições sustentáveis para garantir o status de País livre da febre aftosa com vacinação e ampliar as zonas livres da doença (sem vacinação). Zona livre sem vacinação, o Estado de Santa Catarina manteve em 2017 seu status sanitário. 
Em maio deste ano, durante a reunião anual da Organização Mundial de Saúde Animal (OIE), em Paris, a entidade deverá anunciar o Brasil como país livre da febre aftosa com vacinação. A certificação oficial pela OIE de que todo o território nacional é livre da doença com vacinação contribuirá para ampliar e abrir novos mercados internacionais às carnes brasileiras.
O reconhecimento pela OIE deverá consolidar o processo coordenado pelo Ministério. No
início de dezembro, quando foram declaradas novas zonas livres da febre aftosa com vacinação no Amapá, Roraima, em grande parte do Amazonas e em áreas de proteção no Pará, finalizou-se nacionalmente o processo de erradicação da doença. Em abril, completaram-se 11 anos sem registro de ocorrência de aftosa no País.
A programação prevê às 10 horas recepção, às 10h15 abertura, às 11 horas manifestações
e palestras sobre o DIA A e a plena erradicação da febre aftosa no Brasil. Às 12 horas será
servido almoço.
REUNIÃO REGIONAL
No período da tarde, a Faesc reunirá os Sindicatos Rurais do oeste e extremo oeste
catarinense a partir das 14 horas, no mesmo local, para a discussão de assuntos relacionados à agricultura e ao agronegócio. O encerramento está previsto para as 17 horas.

Fonte: MB Comunicação

Veja também

Selo único para comercializar produtos artesanais agora é lei04/07/18 Em junho, a aprovação da Lei 13.680 (14/06) assegura a comercialização em todo o país de produtos alimentícios de origem animal feitos artesanalmente. Para isso, foi criado o selo denominado Arte, que ao ser concedido por órgãos de saúde pública em cada estado aos produtores artesanais facilita e amplia as possibilidades de......
Equipamentos adequados à NR12 serão destaque da Dal Pino15/04/16 Com 80 anos de tradição no mercado de equipamentos para corte, a Dal Pino Indústria de Serras é dirigida pela terceira geração e foi fundada em 1936. A indústria produz componentes para frigoríficos,......
MAPA e OCB organizam missão comercial à Angola16/08/18 Cooperativas brasileiras poderão ampliar sua relação comercial com o mercado consumidor da Angola, na África. É que o Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento, com apoio da OCB, está......

Voltar para Notícias (pt)