NOTÍCIAS

Postado em 25 de Setembro de 2017 às 11h22

Governo argentino libera importação de carne bovina fresca do Brasil

Mercoagro – Edição 2018 Restrição foi imposta em 2012 após a descoberta de um caso de vaca louca BUENOS AIRES - O governo argentino liberou esta semana as importações de carne bovina fresca proveniente...

Restrição foi imposta em 2012 após a descoberta de um caso de vaca louca


BUENOS AIRES - O governo argentino liberou esta semana as importações de carne bovina fresca proveniente do Brasil, depois de vários anos de restrições aplicadas após a descoberta de um caso da doença da vaca louca. A decisão da Casa Rosada foi informada pelo Serviço Nacional de Sanidade e Qualidade Agroalimentar (Senasa), que voltará a emitir certificados para a entrada de carne fresca brasileira.
A Argentina acaba de autorizar, também, a entrada de carne porcina dos Estados Unidos, medida que busca conseguir, em contrapartida, sinal verde das autoridades americanas para que possam entrar no mercado americano a carne e os limões argentinos.
As restrições à carne fresca brasileira começaram em 2012. Outros produtos continuaram entrando, de acordo com dados do próprio Senasa. Em 2016, o Brasil exportou 1.999 toneladas de produtos derivados da carne, mas desde 2012 não entra carne fresca.
“O Brasil já tinha o mercado aberto, o que se fez foi eliminar exigências que eram feitas para a entrada de seus produtos”, explicou ao jornal “La Nación” o presidente da Câmara da Indústria e Comércio da Carnes (CICCRA), Miguel Schiariti.
A balança bilateral do setor é amplamente favorável aos argentinos. No ano passado, o país exportou 5.457 toneladas de carne para o Brasil, o que representou um aumento de 17% em relação ao ano anterior. Um dos tipos de carne argentina mais vendida para o mercado brasileiro é a picanha.

FONTE: O GLOBO

Veja também

ABPA prospecta novos importadores na Coreia do Sul09/05 A Associação Brasileira de Proteína Animal (ABPA), em parceria com a Agência Brasileira de Promoção de Exportações e Investimentos (Apex-Brasil), participou de ação organizada pelo Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (MAPA) durante a Seoul Food & Hotel (SFH) 2018, encerrada na semana passada na capital......
Brasil deverá produzir 6,16 milhões de pintos de corte03/04 Ao atualizar o parâmetro de produtividade do frango em 2017 (adotando índice que ainda pode estar subestimado, pois há, no mercado, indicações de peso abatido bem maior que os 2,440 kg adotados), a APINCO apontou......
Carnes iniciam movimento de recuperação com demanda de fim de ano05/12/16 Boi Gordo: Viés de baixa perde a intensidade, mas o preço da arroba ainda não tem força para subir Por Scot Consultoria A pressão de baixa no mercado do boi gordo, explicado pelo lento escoamento da carne no......

Voltar para Notícias (pt)