NOTÍCIAS

Postado em 14 de Setembro de 2016 às 10h27

Inicia a maior feira da indústria da carne da América Latina

A Mercoagro 2016 segue até sexta-feira (16), das 14 às 21 horas, no Parque de Exposições Tancredo Neves, em Chapecó (SC)

Abriu nesta terça-feira (13), no Parque de Exposições Tancredo Neves, em Chapecó (SC), a Mercoagro 2016 (Feira Internacional de Negócios, Processamento e Industrialização da Carne), com a presença de 500 pessoas entre autoridades, visitantes e expositores. Na 11ª edição, a feira confirma sua vocação como celeiro de bons negócios do setor. “A Mercoagro representa uma trajetória de sucesso e de cooperação ao desenvolvimento do vasto setor das indústrias de processamento de alimentos cárneos do Brasil e do exterior”, assegurou o presidente da Associação Comercial e Industrial de Chapecó (ACIC), Josias Mascarello.

Em seus 22 anos, a expo-feira promoveu o crescimento do setor em vários aspectos. Entre eles, a difusão e exposição de tecnologias, a aproximação entre fornecedores e usuários, a realização de seminários e a divulgação internacional. Além disso, gera oportunidades de negócios entre fornecedores e fabricantes e promove as regiões das empresas produtoras.
Mascarello destacou que em um ano em que a crise econômica assola vastas áreas da atividade, a Mercoagro apresenta-se com vitalidade ímpar. “Não apenas porque todos os espaços se esgotaram, mas, essencialmente, porque esse evento traduz a ação, o dinamismo e o arrojo de uma das maiores e mais complexas cadeias produtivas da economia brasileira com a presença dos principais atores do mercado”, realçou.

O evento segue até sexta-feira (16), das 14 às 21 horas. A feira reúne 650 marcas e tem expectativa de receber um público de 15 mil pessoas. Estão presentes na feira expositores ou visitantes da Alemanha, Argentina, Áustria, Austrália, Bolívia, Chile, Colômbia, Espanha, Estados Unidos, Holanda, Paraguai, Uruguai, Venezuela, Rússia, Canadá e China. A projeção é de negócios na ordem de US$ 160 milhões de dólares.

Para o presidente da Mercoagro 2016, Bento Zanoni, as empresas de processamento da carne sabem que a feira tornou-se o grande ponto de encontro do setor para troca de experiências e gestão, abertura de mercado, lançamento de novos produtos, apresentação dos avanços em robotização e automação industrial, além da transmissão de conhecimentos com seminários científicos. “É um evento essencial na preparação de pessoas para compreender e atender os novos desafios, conquistar novos mercados e manter os atuais”, expôs.

O presidente da Federação das Indústrias do Estado de Santa Catarina (FIESC), Glauco José Côrte, observou que nos últimos 15 anos o setor da agroindústria triplicou as exportações no Estado. “De janeiro a agosto deste ano o saldo do comércio exterior do setor somou 1,6 bilhão de dólares, o que mostra a qualidade dos produtos que exportamos”, frisou. “Os expositores da Mercoagro mostram o que há de técnica e inovação no setor da agroindústria, que é responsável por aproximadamente 28% do PIB de Santa Catarina”, realça o vice-presidente de Agronegócios da Federação das Associações Empresariais de Santa Catarina (FACISC), Vincenzo Mastrogiacomo.

O agronegócio, lembrou o assessor especial do Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (MAPA), Sérgio de Marco, que representou o ministro Blairo Maggi, que se manteve na contramão da crise econômica. “Hoje, o setor responde por 46,2% das exportações, o que representa 21,49% do PIB brasileiro. O agronegócio é o melhor caminho para tirar o Brasil da crise o quanto antes. O setor é estratégico tanto para o rural como para o urbano, por sua elevada capacidade de gerar emprego e renda. Nesse sentido, estabelecemos uma meta frente ao MAPA, de que o setor, num prazo de cinco anos, atinja 10% do mercado global do agronegócio. Atualmente, o Brasil detém 6,9% desse mercado”, explanou.

Durante a Mercoagro, estão reunidas em Chapecó empresas fornecedoras dos mais diversos setores da indústria mundial da carne, entre eles refrigeração, automação industrial, ingredientes e aditivos, embalagens, transporte e armazenagem, equipamentos e acessórios. Também inclui fabricantes de máquinas, equipamentos, implementos, insumos e instalações para todas as etapas do processo industrial, desde o abate até o embalamento, congelamento, higiene, segurança e análise de processos. “A expo-feira reflete a pujança do agronegócio no Sul. Chapecó é um dos principais polos tecnológicos de industrialização de carnes do planeta, situada em uma região com grande concentração de frigoríficos”, acrescentou Zanoni.

A Mercoagro está localizada no centro de uma região com mais de 600 pequenas, médias e grandes indústrias frigoríficas de abate e processamento de aves, suínos e bovinos. Nessa área frutifica uma malha de indústrias de bens de produção que oferecem 100% das máquinas e equipamentos necessários para construção e instalação de unidades frigoríficas. 

PROGRAMAÇÃO TÉCNICA E CIENTÍFICA

Além de expositores de alta qualidade, neste ano a expo-feira trará uma extensa programação paralela, com eventos técnicos e científicos que apresentam novidades e tendências do mercado mundial de carnes. Integram a iniciativa o 11º Seminário Internacional de Industrialização da Carne, o Salão de Inovação, a Clínica Tecnológica e o Laboratório Experimental, coordenados pelo Senai, o Painel de Oportunidades e a Sessão de Negócios, organizados pelo Sebrae/SC. A novidade deste ano é a Mercoshow, um espaço onde os expositores apresentarão palestras técnicas, comerciais e conhecimentos inovadores para os visitantes.

APOIADORES

A Mercoagro 2016 conta com o apoio institucional do Banco Regional de Desenvolvimento do Extremo Sul (BRDE), da Associação Brasileira de Proteína Animal (ABPA), da Associação Brasileira de Frigoríficos (Abrafrigo), do Centro de Tecnologia de Carnes do ITAL, da Associação de Matadouros, Frigoríficos e Distribuidores de Carne do Estado de Mato Grosso do Sul (Assocarnes), Associação Gaúcha de Avicultura (ASGAV/SIPARGS), Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (MAPA), Instituto Nacional de Metrologia, Qualidade e Tecnologia (Inmetro), Comerc, entre outras instituições. 

  • Solenidade de abertura da Mercoagro 2016 reuniu autoridades, visitantes e expositores (Crédito: UQ Design)
    Solenidade de abertura da Mercoagro 2016 reuniu autoridades, visitantes e expositores (Crédito: UQ Design)
  • Solenidade de abertura da Mercoagro 2016 reuniu autoridades, visitantes e expositores
    Solenidade de abertura da Mercoagro 2016 reuniu autoridades, visitantes e expositores
  • Presidente da Mercoagro 2016, Bento Zanoni
    Presidente da Mercoagro 2016, Bento Zanoni
  • Diretora da Enterprise, Maria Antônia Siqueira Ferreira
    Diretora da Enterprise, Maria Antônia Siqueira Ferreira
  • Presidente da FIESC, Glauco José Côrte
    Presidente da FIESC, Glauco José Côrte
  • Vice-presidente de Agronegócio da FACISC, Vincenzo Mastrogiacomo
    Vice-presidente de Agronegócio da FACISC, Vincenzo Mastrogiacomo
  • Assessor especial do MAPA, Sergio de Marco
    Assessor especial do MAPA, Sergio de Marco
  • Presidente da ACIC, Josias Mascarello
    Presidente da ACIC, Josias Mascarello

Veja também

China deve ampliar número de frigoríficos brasileiros habilitados à exportação05/09 A China deve aumentar o número de frigoríficos brasileiros habilitados a exportar carnes para aquele mercado, disse na sexta-feira (1º) o ministro Blairo Maggi (Agricultura, Pecuária e Abastecimento). Segundo ele, o presidente chinês, Xi Jinping, anunciou a disposição de ampliar a compra de carnes do Brasil durante reunião com o presidente Michel Temer. “O......
Lista de diárias durante a Mercoagro 2016 é divulgada11/04/16 Os visitantes e expositores que movimentarão Chapecó durante a Mercoagro 2016 já podem se organizar em relação à hospedagem. Nessa semana, a comissão organizadora divulgou os valores e as opções......

Voltar para Notícias (pt)