NOTÍCIAS

Postado em 18 de Maio de 2018 às 11h13

Mercado de aves em busca de novas rotas

  • Mercoagro – Edição 2018 -

Enquanto as grandes indústrias do mundo estão olhando ansiosamente para o feed do Twitter para descobrir qual será a próxima exigência do presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, para renegociar acordos comerciais existentes ou impor tarifas extras, os exportadores de frango têm ainda mais preocupações.
É claro que as atuais renegociações do Nafta podem ter um impacto. Previsivelmente, mais
sobre a exportação dos EUA para o México do que vice-versa, mas o verdadeiro temor vem de outros fatores. O comércio de aves está encontrando novas rotas em todo o lugar, ou conforme declarado por especialistas do Rabobank: “O comércio global de aves pode enfrentar a maior mudança em décadas neste ano”.
Trump é apenas um fator menor no mercado de aves O excesso de oferta nacional da Rússia (e da Tailândia), devido à chegada de muitas novas fazendas, é muito maior, conforme descrito na edição 4 do Poultry World. Além disso, o Rabobank outros potencializadores, incluindo as investigações da Operação Carne Fraca do Brasil, restrições ao comércio da UE e uma proibição pendente do atordoamento no abate que não atende ao padrão Halal de abate exigido pela Arábia Saudita e os Emirados Árabes Unidos – que poderiam afetar o Brasil e a UE –, são algumas das principais questões que o setor global enfrenta.
Enquanto isso, mercados da Europa e do Oriente Médio vêm substituindo as aves domésticas brasileiras por outros insumos, principalmente da Europa Oriental. O comércio é um fato da vida, mas a exploração de novas rotas causará dores de cabeça e também a saída do empreendedorismo na indústria avícola.

Fonte: PoultryWorld / traduzido por Redação AI

Veja também

Embalagens case-ready ajudam varejistas a se tornarem mais competitivos25/10/17 Nos últimos anos, vem sendo registrada uma crescente queda no consumo de carne bovina em todo o mundo, seja pelos altos preços ou pela preocupação com uma alimentação mais saudável. Ainda assim, a carne bovina continua sendo extremamente importante para os varejistas. De acordo com o estudo “Global Food Retailer Beef Insights”*, solicitado pela......
Desempenho do frango vivo na terceira semana de junho18/06/18 Aparentemente, preenchidos os vazios criados no abastecimento pelo movimento caminhoneiro, o mercado volta à normalidade. Tanto que, na terceira semana de junho (10 a 16), o frango vivo negociado no interior paulista, ainda que operando em mercado......

Voltar para Notícias (pt)