NOTÍCIAS

Postado em 13 de Abril às 09h22

Missão com autoridades no México termina com saldo positivo, informa a ABPA

Mercoagro – Edição 2018 Terminou com saldo positivo a ação realizada nesta semana pela Associação Brasileira de Proteína Animal (ABPA), em parceria com a Agência Brasileira de Promoção de...

Terminou com saldo positivo a ação realizada nesta semana pela Associação Brasileira de Proteína Animal (ABPA), em parceria com a Agência Brasileira de Promoção de Exportações e Investimentos (Apex-Brasil), o Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (MAPA) e o Ministério das Relações Exteriores (MRE), na Embaixada do Brasil na Cidade do México.
Focada no fortalecimento da imagem da cadeia de proteína animal do Brasil e nos esclarecimentos sobre informações equivocadas que circularam internacionalmente após a divulgação da Operação Carne Fraca, a ação foi comandada pelo presidente-executivo da ABPA, Francisco Turra, pelo embaixador do Brasil no México, Enio Cordeiro, e pelo diretor de Promoção Internacional do Ministério da Agricultura do Brasil, Eduardo Sampaio Marques.
Foram realizados diversos encontros com autoridades mexicanas, relacionadas às Secretarias de Economia e de Agricultura e Pecuária, especialmente de órgãos de sanidade e qualidade de alimentos, como o Serviço Nacional de Sanidade, Inocuidade e Qualidade Agroalimentária (SENASICA).
Um dos pontos altos da missão foi o lançamento global do branding do Projeto Setorial Brazilian Pork, mantido pela ABPA em parceria com a Apex-Brasil.
A ação aconteceu na Embaixada do Brasil na Cidade do México e contou com a presença de mais de 50 pessoas, entre importadores, lideranças, jornalistas e representantes do governo e da sociedade mexicana.
Na ocasião foi exibido um vídeo em espanhol, destacando a qualidade da carne suína do Brasil, o status sanitário do País e o perfil sustentável da produção nacional. Com o slogan “Brazilian Pork: a taste of Brazil in your life”, o material valoriza o bem-estar animal, além do controle e respeito à sanidade e à gestão ambiental. O vídeo também já foi desenvolvido em inglês e mandarim, para atender importantes mercados compradores.
“Juntamente com o embaixador do Brasil no México, Enio Cordeiro, e o diretor de Promoção Internacional do Ministério da Agricultura do Brasil, Eduardo Sampaio Marques, mostramos a qualidade e a sanidade dos nossos produtos. Somos um dos poucos países que nunca teve um foco de influenza aviária, que não tem pestes suínas clássica e africana, nem diarreia epidêmica suína. Esse é o melhor conceito para a proteína animal do Brasil”, avalia o presidente-executivo da ABPA, Francisco Turra.
Durante o evento, Turra apresentou os diferenciais que fazem do Brasil o maior exportador de proteína animal do mundo. Segundo o presidente-executivo da ABPA, um dos objetivos da visita ao México foi recuperar a credibilidade do produto nacional que sofreu impactos após a circulação internacional de informações equivocadas da Operação Carne Fraca. O México é um dos mercados que permanecem com embargo total.
“Em um esforço conjunto com o Governo Brasileiro buscamos reconstruir nossa imagem no mundo. Explicamos para as autoridades mexicanas o que ocorreu após a operação, mostrando que um aspecto era combater a corrupção, e o outro é não generalizar, porque são ínfimos os casos problemáticos da carne brasileira. Em 2016, considerando somente duas das empresas de nosso setor, mais de 550 missões privadas vieram inspecionar a nossa carne e nada foi constatado contra os nossos produtos cárneos. A nossa crença é que, a partir dessa visita, o México reabra definitivamente suas portas para a proteína animal do Brasil - não apenas para aves e ovos férteis, mas também para suínos e carne bovina”, afirma Turra.

ABPA
A ABPA é a maior associação de proteína animal do mundo. É a representação político-institucional da avicultura e da suinocultura do Brasil. Congrega mais de 140 empresas e entidades dos vários elos da avicultura e da suinocultura do Brasil, responsáveis por uma pauta exportadora superior a US$ 10 bilhões.
Sob a tutela da ABPA está a gestão, em parceria com a Apex-Brasil, das três marcas setoriais das exportações brasileiras de aves, ovos e suínos: a Brazilian Chicken, Brazilian Egg e Brazilian Pork.
Por meio de suas marcas setoriais, a ABPA promove ações especiais em mercados-alvo e divulga os diferenciais dos produtos avícolas e suinícolas do Brasil – como a qualidade, o status sanitário e a sustentabilidade da produção – e fomenta novos negócios para a cadeia exportadora de ovos e de carne de frangos e de suínos.

APEX-BRASIL
A Agência Brasileira de Promoção de Exportações e Investimentos (Apex-Brasil) atua para promover os produtos e serviços brasileiros no exterior e atrair investimentos estrangeiros para setores estratégicos da economia brasileira.
A Agência realiza ações diversificadas de promoção comercial que visam promover as exportações e valorizar os produtos e serviços brasileiros no exterior, como missões prospectivas e comerciais, rodadas de negócios, apoio à participação de empresas brasileiras em grandes feiras internacionais, e visitas de compradores estrangeiros e formadores de opinião para conhecer a estrutura produtiva brasileira, entre outras plataformas de negócios que também têm por objetivo fortalecer a marca Brasil.
A Apex-Brasil coordena os esforços de atração de investimentos estrangeiros diretos (IED) para o Brasil com foco em setores estratégicos para o desenvolvimento da competitividade das empresas brasileiras e do país.

PROJETOS SETORIAIS
Os Projetos Setoriais Brazilian Chicken, Brazilian Egg e Brazilian Pork são mantidos pela ABPA em parceria com a Apex-Brasil com o objetivo de promover junto ao mercado internacional as carnes de frangos, de suínos e os ovos produzidos no Brasil. Por meio da participação em feiras, realização de workshops e outras ações especiais de promoção comercial, os projetos valorizam atributos destes setores produtivos – como a qualidade, o status sanitário e a sustentabilidade da produção – e valorizam as marcas internacionais dos produtos, fomentando novos negócios para os exportadores brasileiros. Cerca de 45 empresas participam dos projetos atualmente. Informações sobre como fazer parte dos projetos setoriais podem ser obtidas pelo e-mail isis.sardella@abpa-br.org.

Fonte: ABPA

Veja também

Josias Mascarello: “Não abriremos mão da liberdade econômica”18/03/16 “Vamos trabalhar juntos pelo coletivo empresarial fomentando o desenvolvimento dos novos talentos. Esse é o verdadeiro caminho do desenvolvimento social e econômico de nossa região”. A declaração é do novo presidente da Associação Comercial e Industrial de Chapecó (ACIC), Josias Mascarello, ao assumir o comando da entidade, sucedendo ao......
FOSS Brasil oferecerá analisadores para otimizar processo da indústria23/03/16 A FOSS Brasil trabalha com soluções analíticas dedicadas aos vários desafios das indústrias e possui diversos analisadores que são úteis para alavancar a qualidade e a lucratividade da indústria da......

Voltar para Notícias (pt)