NOTÍCIAS

Postado em 08 de Fevereiro às 10h45

Novacki cobra celeridade na importação de carne suína pela Coreia

A comitiva brasileira que está em missão na Ásia, chefiada pelo secretário-executivo do
Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (MAPA), Eumar Novacki, reuniu-se nesta quarta-feira (7) com representantes do governo da República da Coreia para acelerar tratativas para exportação de carne suína para o país asiático.
O primeiro encontro do dia foi com representantes do Ministério de Segurança Alimentar e
Medicamentos da Coreia. A delegação brasileira também esteve reunida com membros do
Ministério da Agricultura e Assuntos Rurais do país. Na pauta brasileira constou pedido de
celeridade nas tratativas finais com os asiáticos para a exportação de carne suína e evolução nas tratativas para a exportação da carne bovina brasileira.
Novacki destacou a importância da parceria comercial com a Coreia. “De fato, é muito
importante para o Brasil concluir, com rapidez, a exportação de carne suína para a Coreia. Essa é uma pauta prioritária para o governo brasileiro”. No final do ano passado, o Mapa destinou um adido agrícola para tratar das questões comerciais junto à Embaixada do Brasil na Coreia. A intenção do ministério com o apoio técnico é facilitar e acelerar as tratativas com os coreanos sobre os temas ligados à agropecuária.
Segundo autoridades coreanas, a carne suína está na fase final da liberação e o país
também avalia a possibilidade de importar carne bovina do Brasil. Como contrapartida comercial, a Coreia quer um Acordo de Livre Comércio com o Mercosul e exportar morangos para o Brasil.
Os principais produtos exportados para a Coreia são milho, soja, carne de frango e café. A
carne de frango brasileira representa 65% do volume de exportações. Também se destaca a
venda de manga brasileira e estão em análise o comércio de mexerica, mamão e melão.
Nesta quinta, a delegação brasileira segue para Cingapura. A comitiva ainda tem encontros
bilaterais agendados na Indonésia, Malásia e Emirados Árabes Unidos, quando manterá reuniões com autoridades governamentais e lideranças empresariais desses países até 16 de fevereiro próximo.
Nesta missão, temas como a promoção comercial, sanidade animal e vegetal, investimentos, infraestrutura, importação e exportação de produtos e segurança alimentar fazem parte dos debates da delegação nacional com as autoridades de Governo. A comitiva brasileira está composta por integrantes do Mapa, do poder executivo nacional, de governos estaduais e de representantes de empresas e entidades ligadas ao agronegócio.

Fonte: MAPA

Veja também

Frango, boi e suíno vivos – em março e no 1º trimestre02/04 Março e o primeiro trimestre de 2018 vão se encerrando de forma melancólica e preocupante para os três principais segmentos da produção de carnes no Brasil. Porque tanto frango, como boi e suíno vivos completam o período com preços inferiores – não só em relação ao início do mês ou do ano, mas também......
Restaurantes oferecerão cardápios especiais da feira29/11/17Durante os quatro dias de evento, culinária valorizará carnes e pratos típicos da região Promover uma feira com excelência, com diferenciais para expositores e visitantes e que envolva diversos setores de Chapecó. Esses são alguns dos objetivos da comissão organizadora da Mercoagro 2018 (Feira Internacional de......
Campanha da ABCS visa estimular consumo da carne suína durante os jogos12/06 Lançada na última semana, a campanha da Associação Brasileira dos Criadores de Suínos (ABCS) visa unir a suinocultura na celebração durante os jogos da copa do mundo. Com o slogan “Entre em campo com mais......

Voltar para Notícias (pt)