NOTÍCIAS

Postado em 03 de Novembro de 2017 às 17h33

Novas restrições russas a países favorecem carne suína brasileira

Agroindústria (26)Mercado (38)

    A Rússia impôs barreiras ainda mais restritivas a nove países e à União Europeia
    na importação de carnes, inclusive a suína. Nesses países, em cuja lista se incluem
    produtores como Estados Unidos, Canadá e Austrália, tais restrições estarão em vigor
    até o final de 2018.
    Essa medida da Rússia é uma ampliação das barreiras comerciais iniciadas em
    2014, por ocasião da intervenção russa na Ucrânia, ação reprovada vários países.
    O Brasil pode ser o maior beneficiário dessa medida da Rússia. O mercado da
    Rússia é muito importante para o Brasil, uma vez que é para lá que vão 40%
    das exportações brasileiras de carne suína. A recíproca também é verdadeira: de cada
    100 toneladas importadas pelos russos, 83 saem do Brasil.
    O ano de 2017 está sendo um ano bom, mas 2018 poderá ser ainda melhor. A
    indústria nacional espera uma ampliação das vendas para a China e participações
    maiores da Coreia do Sul e da Rússia no mercado brasileiro.
    Outro mercado será o de Taiwan, cuja habilitação para as exportações brasileiras
    está prestes a sair. As estimativas de Turra para este ano são de avanço de 2% no
    volume exportado de carne suína. No ano passado, o Brasil colocou 732 mil toneladas
    no mercado externo.
    Já as vendas de aves deverão crescer 1% em relação aos 4,3 milhões de
    toneladas de 2016.A demanda externa maior de carne suína vai exigir mais do
    Ministério da Agricultura.
    Após a Operação Carne Fraca, no primeiro semestre deste ano, os países
    importadores da carne brasileira ficaram mais exigentes.

    Fonte: Folha SP/Mauro Zafalon

    Veja também

    Exportações de carne de frango totalizam 330 mil toneladas em janeiro05/02/18 Levantamentos da Associação Brasileira de Proteína Animal (ABPA) mostram que os embarques de carne de frango (considerando todos os produtos, entre in natura e processados) totalizaram 330,9 mil toneladas em janeiro.  O saldo é 8,8% inferior ao obtido no mesmo mês de 2017 (com 362,9 mil toneladas), mas supera em 3% o desempenho de dezembro do ano passado (321,1 mil......
    Painel de Oportunidades terá Aurora, BRF e JBS como empresas âncoras12/09/16 Com a presença garantida das maiores fornecedoras da indústria mundial da carne, a Mercoagro 2016 oferecerá uma programação exclusiva para os visitantes e expositores prospectarem novos clientes e ampliarem os......
    Brasil vai voltar a exportar carnes para mercado filipino28/11/17 A Associação Brasileira de Proteína Animal (ABPA, São Paulo/SP) informa que o Departamento de Agricultura do Governo das Filipinas emitiu um memorando reabrindo seu mercado para a carne de frangos, de suínos e de bovinos......

    Voltar para Notícias (pt)