NOTÍCIAS

Postado em 17 de Fevereiro de 2016 às 14h05

Nove frigoríficos de MS exportarão carne para Arábia Saudita até o fim de fevereiro

Unidades de nove cidades vão exportar para o país árabe

Nove frigoríficos de Mato Grosso do Sul foram habilitados e deverão exportar carne até o fim de fevereiro para a Arábia Saudita. As unidades do estado integram uma lista de 49 frigoríficos que vão exportar para o Oriente Médio.

Segundo a Autoridade Saudita de Alimentos e Medicamentos (SFDA), foram habilitadas as exportações de três unidades JBS, sendo duas de Campo Grande e uma de Naviraí, duas unidades Marfrig, em Bataguassu e Porto Murtinho, do frigorífico Total, de Paranaíba, Minerva, de Batayporã, Vale Grande, de Iguatemi e Mataboi, de Três Lagoas.

O fim do embargo à carne brasileira representa abertura não apenas do mercado saudita, mas de todos os países vizinhos. Somente a Arábia Saudita comprou, em 2014, US$ 355 milhões do produto, o que representa quase 100 mil toneladas. O valor é 10% de tudo o que o Brasil exporta em carne bovina, que soma 1,1 milhão de toneladas todos os anos.

Em 2015 as exportações da carne brasileira para países árabes atingiram geraram lucro de US$ 1,4 bilhão, um total de 24% da exportação do ano. Somente os Emirados Árabes Unidos importaram do Brasil 18 mil toneladas de carne bovina em 2015, gerando faturamento de US$ 84 milhões.

Fonte: Frigonews com informações do Capital News 

Veja também

Ações da Vigilância Agropecuária Internacional serão mais simples e seguras04/12/17 O Ministério da Agricultura, Pecuária e do Abastecimento (Mapa) publicou na sexta- feira (1/12), no Diário Oficial da União, a Instrução Normativa n° 39, aprovando o funcionamento do Sistema de Vigilância Agropecuária Internacional (Vigiagro), definindo as regras e os procedimentos técnicos, administrativos, de controle e......
Startups catarinenses investem em soluções para o agronegócio22/08 Nesta quinta-feira (23), o Núcleo de Inovação Tecnológica para Agricultura Familiar (NITA) reúne representantes do setor produtivo e startups para levantar as demandas do agronegócio catarinense e as......

Voltar para Notícias (pt)