NOTÍCIAS

Postado em 22 de Novembro de 2017 às 14h10

Posicionamento da ABPA sobre suspensão da importação de carne suína pela Rússia

Agroindústria (26)
  • Mercoagro – Edição 2018 -

A Associação Brasileira de Proteína Animal (ABPA), entidade que representa a avicultura e
a suinocultura do Brasil, recebe com preocupação a decisão do Serviço Federal Sanitário e
Fitossanitário da Rússia (Rosselkhoznadzor) sobre a suspensão da importação de carne suína
nacional.
A suinocultura brasileira trabalha seguindo os princípios de qualidade e sanitários exigidos
pelos diversos países, como é o caso da Rússia e os mais de 70 mercados importadores do
produto do Brasil. 
Neste sentido, a ABPA confia no trabalho do Ministério da Agricultura, Pecuária e
Abastecimento (MAPA), sob a liderança do Ministro Blairo Maggi, para o pleno e rápido
esclarecimento, retomando em breve os embarques.
As agroindústrias associadas à ABPA respeitam a legislação sanitária da Rússia e dos
demais mercados com os mesmos critérios, e subsidiarão o MAPA com as informações dos
pontos que se façam necessários.  O setor está seguro sobre as características de seu produto, e
garante que a produção de carne suína embarcada não utiliza ractopamina.

Fonte: ABPA

Veja também

Brasil negocia com Peru início de comércio de carne suína20/04 O ministro da Agricultura, Pecuária e Abastecimento, Blairo Maggi, anunciou em entrevista em Campo Mourão (PR) na sede da cooperativa Coamo, ter recebido comunicado de que o Peru abriu seu mercado para a carne suína brasileira. “Isto quer dizer que o Paraná poderá fazer essa exportação também”, adiantou o ministro a dirigentes de cooperativas do......
Disputa entre EUA e China favorece indústria de carnes de SC18/07 Depois de enfrentar um obstáculo atrás do outro no primeiro semestre deste ano – ausência de compras de carne suína pela Rússia, embargo ao frango pela Europa, restrições religiosas no mercado......

Voltar para Notícias (pt)