NOTÍCIAS

Postado em 24 de Novembro de 2017 às 13h43

Preços devem se sustentar em dezembro, apesar do embargo russo

  • Mercoagro – Edição 2018 -

Nessa segunda-feira, (20/11), a Rússia anunciou embargo parcial e temporário às
importações das carnes suína e bovina brasileiras a partir do próximo mês, devido à presença
de ractopamina em amostras enviadas ao país, segundo a agência de segurança alimentar russa.
Essa substância, que promove o desenvolvimento de massa muscular nos animais, é
permitida no Brasil e em outros destinos da carne brasileira, mas é proibida na Rússia. No entanto,
segundo pesquisadores do Cepea, o embargo Russo não deve afetar o mercado suinícola
brasileiro com muita intensidade neste período, já que uma redução nos embarques àquele país já
era esperada para dezembro.
Com o inverno no hemisfério norte, os canais russos congelam, dificultando a entrada dos
navios nos portos. Além disso, as vendas no mercado interno costumam aumentar
significativamente neste período, por conta da maior procura para as festas de final de ano.

Fonte: Cepea/Esalq

Veja também

Brasil e Vietnã firmam parceria na área do agronegócio03/07 Os ministros da Agricultura, Pecuária e Abastecimento, Blairo Maggi, e o da Agricultura e Desenvolvimento Rural do Vietnã, Ha Kong Tuan, assinaram nesta segunda-feira (1º) memorando de entendimento com o objetivo de incentivar maior cooperação entre os dois países nas áreas relacionadas à agricultura. Melhorar e facilitar a cooperação......
Brasil espera diminuir impacto de proibição do frango na UE, diz Maggi13/04 O Ministro da Agricultura do Brasil, Blairo Maggi, encerrou três dias de conversas com a União Europeia nesta quinta-feira (12) sem nenhuma garantia de que as importações brasileiras de frango seriam permitidas sem......

Voltar para Notícias (pt)