NOTÍCIAS

Postado em 23 de Fevereiro de 2016 às 13h43

Resultados consolidam Frimesa como maior indústria de abate de suínos do PR e 4ª do Brasil

Empresas

“Apesar da crise que o país vive, o bom desempenho da Frimesa em 2015 é um estímulo para continuarmos com novos projetos e metas”. Assim, o diretor-presidente da Frimesa, Valter Vanzella, destacou os números, em relação ao ciclo estratégico da Central. O resultado está embasado em um crescimento de 11,39%, que totalizou R$ 2,23 bilhões em faturamento. Já o volume de produção cresceu 2,23%, e chegou a 331.186 toneladas de produtos distribuídos em praticamente todo o território brasileiro.

Exportações

As exportações representaram apenas 12% de todo o volume produzido. Os números estão apoiados também na elevação de 6,7% na produção de carnes, totalizando 1.656.944 cabeças de suínos industrializados durante o ano. No segmento de lácteos, a recepção de leite diária chegou à 237.991.316 litros de leite no ano.

Valor

“Mesmo que nosso faturamento tenha ficado um pouco abaixo do planejado, 2,28% , tivemos um valor 11,39% acima do registrado em 2014. Ter um crescimento destes é muito positivo. Se considerarmos que tivemos um ano marcado pelas dificuldades econômicas e políticas do Brasil. Estes números mostram uma face muito positiva, tomara que em 2016 possamos repetir estes feitos”. Vanzella destaca ainda que para obter esse crescimento foi primordial a união entre a Central e cinco cooperativas filiadas – Copagril, Lar, Copacol, C.Vale e Primato que congregam 4.887 produtores de leite e suínos, que confiaram sua produção ao sistema. A Central encerra o ano com um quadro de 6.520 colaboradores.

Carnes

A Frimesa recebeu 1.656.944 cabeças de suínos em 2015, firmando sua posição de maior indústria de abate de suínos do Paraná e 4ª do Brasil. Cerca de 58% do volume foi transformado em presuntos, linguiças e mortadelas, entre outros embutidos. Os cortes responderam por 21,68%, enquanto a exportação e os subprodutos, 12,87% e 7,42% respectivamente. A produção chegou à 209,6 mil ton., um aumento de 2,96%.

Os resultados da Frimesa foram apresentados na Assembleia Geral Ordiária (AGO), realizada na sexta-feira (19/02), em Medianeira, no Oeste do Estado. Na oportunidade, o Sistema Ocepar foi representado pelo superintendente José Roberto Ricken. Para a função de conselheiros fiscais para exercício de 2016, a AGO elegeu Adelir João Dalmagro e Adail Malagutti (Copacol), Cezar Luiz Dondoni (Primato), Ricardo José Kemfer (Copagril), Ademir Roque Beathalter (Lar) e Celso Utech (C.Vale).

Fonte: Frigonews com informações da Assessoria de Imprensa

Veja também

União Europeia amplia mercado de carne industrializada do Brasil10/06/16 Em 2015, o Brasil exportou 104,4 mil toneladas de carne industrializada, o que gerou uma receita de US$ 633,58 milhões  A União Europeia (UE) ampliou de 9 para 23 o número de estados que podem fornecer carne bovina para a fabricação de produtos industrializados (carne enlatada) de exportação. "Este é um avanço no reconhecimento de status......
Pecuária adere à internet das coisas30/04 O uso da tecnologia na pecuária vai muito além da genética. Mesmo com a escolha dos melhores animais, a criação é fator essencial para que o rebanho seja composto por animais saudáveis e que vão para o......

Voltar para Notícias (pt)