NOTÍCIAS

Postado em 27 de Junho de 2016 às 08h00

Santa Catarina continua na liderança no abate de suínos no país

Entre os estados brasileiros, Santa Catarina continua liderando o abate de suínos no primeiro trimestre do ano. O crescimento em relação a 2015 foi de 6,6% e houve aumento de 74,5% no volume exportado, mantendo-se como principal exportador de carne suína do País. Os dados foram divulgados nesta quinta-feira, dia 16, pelo IBGE (Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística), que avalia a produção da pecuária no país nos três primeiros meses do ano.

No Brasil, o abate de suínos cresceu 9,6% na comparação anual com 2015. Ao todo foram abatidas 10,06 milhões de cabeças de suínos, representando queda de 1,5% em relação ao trimestre imediatamente anterior.

Bovinos

No primeiro trimestre do ano foram abatidas no País 7,29 milhões de cabeças de bovinos sob algum tipo de serviço de inspeção sanitária. Essa quantidade foi 5,2% e 5,8% menor que a registrada no mesmo período de 2015. Porem, em Santa Catarina houve incremento de 1,89 mil cabeças.

Frangos

A pesquisa do IBGE mostra que no trimestre mais de 1,4 bilhão de frangos foram abatidos, representando um aumento de 7,1% na comparação com o mesmo período de 2015. No ranking das unidades da federação, Santa Catarina teve a diminuição de 3,45 milhões de cabeças e ficou em segundo lugar, perdendo para o Paraná.

Leite

A aquisição de leite cru feita pelos laticínios que atuam sob algum tipo de serviço de inspeção sanitária nos três primeiros meses foi de 5,86 bilhões de litros no Brasil. A quantidade foi 6,8% menor que a apurada no trimestre imediatamente anterior e 4,5% menor no primeiro trimestre de 2015.

Mesmo com queda de 97 milhões de litros, Minas Gerais segue líder na produção nacional. Já o estado catarinense foi o sexto produtor, com elevação de 1,6% em comparação ao ano passado.

Fonte: Economia SC

Veja também

BOI/CEPEA: Ano de 2018 deve ser melhor, mas com desafios11/01/18 Passado o momento turbulento e constatada a importância da reorganização e da capacidade de reagir às diferentes intempéries de 2017, o setor pecuário inicia 2018 mais otimista, porém, bastante atento, segundo pesquisadores do Cepea (Centro de Estudos Avançados em Economia Aplicada), da Esalq/USP. Em termos gerais, espera-se um cenário economicamente......
Exportadores brasileiros de proteínas buscam novos negócios em Dubai15/02/18 Em busca de reforçar as vendas de proteína animal para os países do Oriente Médio, a Associação Brasileira de Proteína Animal (ABPA), em parceira com a Agência Brasileira de Promoção de......
Missão do Paraguai apresenta oportunidades de Naranjal em Chapecó14/09/18Reunião ocorreu paralelo à Mercoagro 2018 e reuniu lideranças empresariais e autoridades locais O prefeito de Naranjal (Paraguai) Edoard Schaffrath e representantes da Cooperativa Agropecuária COPRONAR participaram nesta sexta-feira (14) de uma reunião que ocorreu paralelamente à 12ª edição da Mercoagro (Feira......

Voltar para Notícias (pt)