Notícias

Preços do boi gordo devem continuar em alta no início de outubro

Preços do boi gordo devem continuar em alta no início de outubro
30/Setembro/2019
Compartilhar:

O mercado físico de boi gordo encerra a semana com preços firmes. Segundo o analista de Safras & Mercado, Fernando Henrique Iglesias, a tendência de curto prazo ainda remete a reajustes, avaliando a oferta ainda restrita que vêm pautando todo o mês de setembro.

“Os frigoríficos de menor porte ainda encontram dificuldades na composição de suas escalas de abate, posicionadas entre dois e três dias úteis. Já os frigoríficos de maior porte seguem menos atuantes, avaliando a incidência de contratos a termo e de outras modalidades de parceria para suprir suas necessidades”, assinalou Iglesias.

Em São Paulo, preços a R$ 163,00 a arroba. Em Minas Gerais, preços de R$ 158,00 a arroba. No Mato Grosso do Sul, os preços ficaram em R$ 151,00 a arroba. Em Goiás, preço em R$ 150,00 a arroba em Goiânia. No Mato Grosso, preço de R$ 145,00 a arroba.

Atacado

Já a carne bovina no atacado segue com preços acomodados. Conforme Iglesias, o otimismo aumenta em relação a primeira quinzena de outubro, período que conta com maior apelo ao consumo, resultando em uma reposição mais acelerada entre atacado e varejo. “O mercado se mantém motivado em relação à demanda chinesa, avaliando a gravidade do surto de peste suína africana que continua dizimando o rebanho suinícola local”, assinalou Iglesias.

Com isso, o corte traseiro permaneceu com preço de R$ 12,45 por quilo. A ponta de agulha seguiu a R$ 8,50 por quilo. Por fim, o corte dianteiro seguiu a R$ 8,60 por quilo.

Fonte: Cabal Rural/Agência Safras

Termos de Uso e Aviso de Cookies

Cookies: a Mercoagro salva estatísticas de visitas para melhorar sua experiência de navegação, obtenha mais informações em nossa Política de Privacidade


Realização:

ACIC Chapecó

Comercialização:

Enterprise

Parceira:

Prefeitura de Chapecó