Notícias

Carne de frango/Cepea: preços sobem em toda a cadeia puxados pela demanda aquecida

Carne de frango/Cepea: preços sobem em toda a cadeia puxados pela demanda aquecida
14/Maio/2021
Compartilhar:

Com as vendas de carne de frango mais aquecidas tanto no mercado interno quanto no externo, o Centro de Estudos Avançados em Economia Aplicada (Cepea) observa neste início de maio aumento de preços em toda a cadeia avícola, desde pintainhos e frango vivo, a cortes e miúdos. Segundo o Cepea, no mercado doméstico, as vendas de carne de frango são favorecidas pela competitividade frente às principais substitutas - bovina e suína. No atacado da Grande São Paulo, o frango inteiro congelado se valorizou 2,3% de 5 a 12 de maio, negociado a R$ 6,86/kg na quarta-feira (12). Em Toledo (PR), a alta no preço da carne congelada foi de 5,4%, a R$ 7,20/kg.

Para os cortes e miúdos acompanhados pelo Cepea, a maior valorização entre 5 e 12 de maio, de 5%, foi filé de peito resfriado, comercializado na região paulista a R$ 10,22/kg na quarta-feira. "Quanto ao animal, os elevados preços dos insumos levam agentes a reajustarem os valores de venda, no intuito de garantir margem positiva. Para o pintainho, houve alta de 1,6% na média das cotações do Paraná, com o produto indo a R$ 1,78/cabeça na última quarta-feira. Já para o frango vivo, na média das regiões de São Paulo, o avanço nos valores foi de 4% em sete dias, com o animal comercializado a R$ 5,21/kg na quarta - esta é a maior cotação nominal na série histórica do Cepea, iniciada em 2004."

Fonte: Broadcast Agro

APP Mercoagro

Baixe nosso App
e acompanhe a
Mercoagro na
palma da mão

App Mercoagro - Google playApp Mercoagro - App Store