Notícias

Carne de frango/Cepea: com demanda aquecida, preços voltam a subir em setembro

Carne de frango/Cepea: com demanda aquecida, preços voltam a subir em setembro
10/Setembro/2021
Compartilhar:

Os preços do frango inteiro voltaram a subir no mercado interno nos primeiros dias de setembro, segundo o Centro de Estudos Avançados em Economia Aplicada (Cepea). "Além do reaquecimento da demanda na ponta final, essas recentes altas nos preços da proteína estão atreladas ao repasse dos consecutivos aumentos nos custos de produção nas granjas", destacou o Cepea em nota. "Avicultores, que já vinham trabalhando com elevados valores dos insumos de alimentação - como milho e farelo de soja -, agora precisam gerir os fortes aumentos nos custos com a energia elétrica."

Na Grande São Paulo, o preço de frango inteiro congelado e resfriado subiu 2,9% entre 1º e 8 de setembro, cotados ontem (8), respectivamente, a R$ 8,22/kg e a R$ 8,25/kg. Em Toledo (PR), no mesmo período, a alta no preço do frango congelado foi de 2%, com o produto negociado a R$ 8,82/kg no dia 8. Para o frango resfriado, também comercializado na região paranaense, o valor subiu 1,9% em sete dias, chegando a R$ 8,98/kg.

Ainda segundo o Cepea, no atacado da Grande São Paulo, o filé de peito resfriado se valorizou 0,2% de 1º a 8 de setembro, a R$ 14,05/kg na quarta-feira. O preço da coxa com sobrecoxa resfriada subiu 0,3% no mesmo período, atingindo R$ 8,30/kg. Já o peito com osso resfriado recuou 0,7%. "Neste caso, ressalta-se que o preço do produto já estava em alto patamar e que o setor vem buscando manter a liquidez", explicou.

Fonte: Broadcast Agro

APP Mercoagro

Baixe nosso App
e acompanhe a
Mercoagro na
palma da mão

App Mercoagro - Google playApp Mercoagro - App Store