Notícias

Demanda doméstica por carne de frango deve continuar aquecida

Demanda doméstica por carne de frango deve continuar aquecida
23/Setembro/2021
Compartilhar:

Os custos de produção de frango devem permanecer altos pelo menos até meados de 2022, mas a demanda doméstica por carne de frango tende a continuar aquecida no curto prazo, segundo o Rabobank.

“Com o avanço das vacinações contra a covid, a manutenção do pacote emergencial e a chegada de estações mais quentes, a expectativa é de que a demanda doméstica continue crescendo no curto prazo”, disse o Rabobank em relatório nesta semana.

A competitividade da carne de frango em relação às proteínas bovina e suína tem caído, com preços do frango no atacado subindo pelo quarto mês seguido.

Apesar disso, a demanda doméstica pela carne de frango permanece aquecida, já que a proteína ainda é a mais barata comparativamente.

Os custos de grãos usados na ração de aves e suínos devem continuar altos até meados de 2022, segundo o Rabobank, elevando custos de produção para os produtores.

Fonte: CarneTec

APP Mercoagro

Baixe nosso App
e acompanhe a
Mercoagro na
palma da mão

App Mercoagro - Google playApp Mercoagro - App Store