Notícias

Avicultura brasileira investe em energia renovável e gestão eficiente

Avicultura brasileira investe em energia renovável e gestão eficiente
08/Março/2024
Compartilhar:

Investimentos em energia renovável e gestão eficiente contribuem para a diminuição dos custos de produção, tornando o setor mais competitivo no mercado

A Associação Brasileira de Proteína Animal (ABPA) divulgou pesquisa realizada com 18 empresas do setor avícola que indica um cenário promissor em relação à sustentabilidade, energia e à gestão eficiente na produção de carne de frango e ovos no Brasil.

Os dados revelam que:

·Investimento em energia renovável: 69% das empresas estão investindo em energia renovável nos últimos três anos, com planos para aumentar essa participação no futuro. 56% desses investimentos não dependem de subsídios governamentais.

·Gestão eficiente: 63% das empresas monitoram entre 70% e 100% dos seus processos por meio de indicadores, buscando identificar falhas e reduzir desperdícios.

·Biomassa: 73% das empresas implantaram tecnologias para utilização de biomassa, como biodigestores, para geração de energia e redução de impactos ambientais.

·Garantia de suprimento energético: 75% das empresas contam com garantia total de suprimento energético, o que significa que a produção de alimentos está menos exposta a oscilações na rede elétrica.


Ao adotar práticas sustentáveis, as empresas podem economizar recursos e aumentar sua rentabilidade.

A utilização de biomassa e outras fontes renováveis de energia ajuda a reduzir as emissões de gases do efeito estufa, contribuindo para o combate às mudanças climáticas. Essa abordagem sustentável promove a mitigação dos impactos ambientais causados pela atividade produtiva.

“Garantir um suprimento energético estável é essencial para manter a continuidade da produção de alimentos, mesmo em períodos de instabilidade na rede elétrica. Investir em fontes de energia renovável também reduz a dependência de combustíveis fósseis, aumentando a resiliência do setor agrícola”, diz Tabatha Lacerda, coordenadora técnica da Associação Brasileira de Proteína Animal.

A Associação Brasileira de Proteína Animal (ABPA) destaca que tais iniciativas demonstram o compromisso do setor avícola brasileiro com a sustentabilidade e a responsabilidade ambiental.

“Ao adotar práticas sustentáveis, as empresas do setor não apenas se tornam mais competitivas, mas também contribuem para a preservação do meio ambiente e o bem-estar da sociedade”, finaliza Tabatha.

Fonte: Ligados e Integrados

Termos de Uso e Aviso de Cookies

Cookies: a Mercoagro salva estatísticas de visitas para melhorar sua experiência de navegação, obtenha mais informações em nossa Política de Privacidade


Realização:

ACIC Chapecó

Comercialização:

Enterprise

Parceira:

Prefeitura de Chapecó