Notícias

Demanda crescente impulsiona preços da carne suína nos EUA

Demanda crescente impulsiona preços da carne suína nos EUA
27/Março/2024
Compartilhar:

Nos Estados Unidos, os preços da carne suína estão em alta devido ao aumento da demanda por parte dos atacadistas, conforme revelado pelo mais recente relatório “ERS Livestock, Dairy and Poultry Outlook” do Departamento de Agricultura dos Estados Unidos (USDA).


O mês de fevereiro testemunhou um número de abates de suínos maior que o previsto, com aproximadamente 11 milhões de cabeças processadas, um aumento de quase 5% em comparação ao ano anterior, ajustado para o dia extra de abate no mês.

Os suínos magros, com um teor de 51-52% de magreza, alcançaram um preço médio de US$ 55,24 por cwt (cento de peso), marcando um aumento de 1,8% em relação ao ano passado.

Esta elevada nos preços reflete a robusta demanda dos atacadistas, o que representa um acréscimo de quase 5% em volume e um salto de 8,3% em valor, atingindo US$ 89,14 por cwt em comparação ao mesmo período do ano anterior.

Este cenário de demanda elevada permitiu que os processadores oferecessem preços mais altos pelos suínos, beneficiando-se de margens suficientes graças aos volumes maiores de carne vendida a preços elevados.

A produção de carne suína no primeiro trimestre do ano registrou um crescimento de 1,3% em relação ao ano passado.

O relatório sugere que a demanda por carne suína continuará forte em 2024, impulsionada não apenas pelos elevados preços relativos da carne suína no varejo e pelo alto custo geral dos alimentos nos mercados domésticos, mas também por uma demanda consistente nos mercados de exportação.

Esta última é favorecida pelo recuo dos exportadores europeus, especialmente nos mercados asiáticos, devido à diminuição da produção de carne suína na União Europeia e aos preços mais altos.

Para os próximos trimestres, prevê-se que os preços dos suínos vivos magros de 51-52% fiquem em torno de US$ 55 por cwt no primeiro trimestre, aproximadamente o mesmo valor do período homólogo do ano passado.

Já para o segundo trimestre, espera-se um aumento para US$ 65 por cwt, quase 15% acima do ano passado. As previsões ajustam-se para US$ 67 por cwt no terceiro trimestre, ligeiramente abaixo do mesmo período de 2023, enquanto a expectativa para o quarto trimestre é de US$ 56 por cwt, quase 5% acima do ano anterior.

Com esses ajustes, as previsões para os preços médios dos suínos apontam para um incremento de quase 4% em relação ao ano de 2023, refletindo a tendência de fortalecimento contínuo no mercado de carne suína dos Estados Unidos.

Fonte: The Pig Site/Agrimídia

Termos de Uso e Aviso de Cookies

Cookies: a Mercoagro salva estatísticas de visitas para melhorar sua experiência de navegação, obtenha mais informações em nossa Política de Privacidade


Realização:

ACIC Chapecó

Comercialização:

Enterprise

Parceira:

Prefeitura de Chapecó