Notícias

Primíparas exigem cuidados especiais no rebanho

Primíparas exigem cuidados especiais no rebanho
26/Agosto/2019
Compartilhar:

As primíparas – denominação dada às novilhas após o primeiro parto, necessitam de uma maior atenção, já que durante essa fase possuem uma série de atividades de alta demanda nutricional, como por exemplo, o parto, o puerpério e a lactação. Além disso, como ainda não finalizaram sua curva de crescimento, requerem alguns cuidados especiais.

Por estarem em fase de crescimento, elas necessitam de uma dieta adequada, sendo necessário viverem em pastos de qualidade com satisfatórias condições nutricionais. “Após o parto é comum que a vaca perca peso, ou seja, que seu escore de condição corporal diminua. Vacas primíparas apresentam maior demanda nutricional e consequentemente maior perda de peso no pós-parto, quando em restrição alimentar. Por isso, recomenda-se inseminar essa categoria com menor número de dias pós-parto (DPP) possíveis e com maior ECC, obtendo melhor resposta ao protocolo de sincronização de ovulação e maior taxa de concepção a IATF no início da estação de monta”, explica o Consultor Técnico em Reprodução da Alta Genetics, Adnan Rodrigues.

Outro ponto importante é a formação dos lotes na maternidade. Recomenda-se que os grupos de manejo sejam compostos pela mesma categoria animal, e que os lotes sejam formados o mais rápido possível, acelerando a entrada dos animais na estação reprodutiva.

Por fim, é essencial atentar-se a condição corporal das matrizes ao longo de todo ano, definindo um planejamento anual e a estratégia nutricional para cada categoria, e garantindo que todas as matrizes estejam com ECC adequado no momento do parto e, posteriormente, na estação reprodutiva, o que é imprescindível para se obter bons resultados.

Fonte e foto: Portal do Agronegócio

Termos de Uso e Aviso de Cookies

Cookies: a Mercoagro salva estatísticas de visitas para melhorar sua experiência de navegação, obtenha mais informações em nossa Política de Privacidade