Notícias

Normativa focará no bem-estar suíno

Normativa focará no bem-estar suíno
17/Julho/2020
Compartilhar:

Ao pensar em melhores condições para a produção suinícola brasileira, a Associação Brasileira dos Criadores de Suínos (ABCS), em união com a Associação Brasileira das Empresas de Genética de Suínos (ABEGS), solicitou nesta segunda-feira (13) o apoio do Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (MAPA). Ação tem como objetivo à publicação da Instrução Normativa de bem-estar animal (BEA) voltada ao setor.

De acordo com o presidente da ABCS, Marcelo Lopes, a norma visa auxiliar no avanço do setor privado no que tange as melhorias das granjas, que segundo ele, ainda estão no processo de adequação e transição.

“Nosso objetivo com esse documento é oficializar nossa preocupação à Pasta sobre o tema. Queremos garantir, por meio do MAPA, a segurança jurídica aos produtores e o alinhamento da cadeia suinícola com as adequações de bem-estar animal, associada ao mercado consumidor”, afirmou Lopes.

O documento, finalizado em 2018, foi organizado pelo Departamento de Desenvolvimento das Cadeias Produtivas e da Produção Sustentável do MAPA. Neste processo, a ABCS, juntamente de outras entidades, elaborou a Minuta de Norma de bem-estar animal para a suinocultura.

Possibilidades com a ação

Segundo a diretora técnica da ABCS, Charli Ludtke, a futura normativa será um importante balizador para as boas práticas na suinocultura brasileira. “A norma dará um longo prazo para promover a mudança da gestação individual para um sistema de alojamento coletivo e tem sido exigido em muitos países, assim como, visa aprimorar a adoção das boas práticas e do bem-estar animal e orientar o suinocultor no processo de adequação em todas as fases da produção, ou seja, ela é orientativa”, ponderou.

Representação nacional

Como quarto maior produtor e exportador da proteína, para a ABCS, o Brasil deve ter uma norma que qualifique a produção e ampare seus produtores em alinhamento com o mercado globalizado. “A Normativa de BEA é um modelo legal para assegurar, ainda mais, a qualidade e eficiência da nossa produção”, explicou Marcelo Lopes.

Fonte: ABCS, adaptado pela equipe feed&food

Termos de Uso e Aviso de Cookies

Cookies: a Mercoagro salva estatísticas de visitas para melhorar sua experiência de navegação, obtenha mais informações em nossa Política de Privacidade